Tribulus terrestris: para que serve, benefícios e como tomar

Tribulus terrestris saúde natural
Maior Menor
Carlos Schlischka

Carlos Schlischka

Médico Especialista em Saúde Integrativa

CRM: CRMMT 2187/ CREMESP 42.892

29 janeiro 2021

Dr. Carlos Schlischka é formado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, tem mestrado pela USP-RP e quase 35 anos de prática clínica. Especialista em Medicina Regenerativa e Acupuntura, além de um grande estudioso nos campos da Nutrição e da Fitoterapia

O tribulus terrestres é uma erva natural que ajuda a melhorar o funcionamento de diversas funções corporais e não oferece riscos à saúde.

Ele tem uso milenar validado pela medicina ayurvédica e o foco está em restaurar a libido de quem aposta em seu poder. Mas o tribulus também é um grande aliado de quem tem diabetes e problemas cardíacos.

Quais são os benefícios do tribulus terrestres?

Melhora satisfação sexual

Um estudo da Medical University-Sofia, da Bulgária, em parceria com outras universidades europeias, acompanhou 86 pacientes com disfunção erétil e também perda de libido por 12 semanas.

Neste período, o uso de um extrato de tribulus terrestris foi comparado com o uso de placebo (pílula sem nenhum agente).

Depois o estudo, os homens que receberam tribulus terrestris demonstraram melhoras dos sintomas 2,7 vezes superiores em comparação com o grupo controle (que na verdade não recebeu tratamento algum).

Entre os avanços apontados pelos homens acompanhados, estavam melhoras:

  • ­No desejo sexual;
  • No orgasmo;
  • ­Na satisfação durante o ato sexual;
  • ­Na satisfação sexual de forma global.

O poder do tribulus terrestres se deve a um composto chamado protodioscina (ou saponina esteroidal), que tem a ação afrodisíaca e é o principal componente ativo da planta.

Há estudos que apontam ainda que o tribulus terrestres amplia o estímulo à ação do óxido nítrico, uma substância que tem efeito vasodilatador.

Bom, talvez você não saiba, mas um dos motivos que fazem com que as pílulas “azuizinhas” tenham fama é porque os químicos melhoram a circulação sanguínea do pênis, também por meio do aumento do óxido nítrico.

Quando esses fármacos se dissolvem na boca, iniciam uma reação em cadeia de estímulo à molécula.

Mas, obviamente, tomar este tipo de remédio, além de trazer efeitos colaterais graves, não traz solução definitiva. Porque não age na causa da sua baixa produção de óxido nítrico.

Além disso, esses remédios projetam outros riscos cardiovasculares que ainda estão sendo elucidados pelas pesquisas.

Veja, uma vida sexual satisfatória depende do fluxo de sangue e é nesse contexto que as plantas medicinais podem te ajudar.

Porque é possível normalizar seu fluxo sanguíneo com um óxido nítrico mais elevado, garantido pelo uso do tribulus terrestris, por exemplo.

Problemas na cama? O tribulus terrestis pode ser um grande aliado

Embora sua ação seja mais estudada para homens, o tribulus também promove uma melhor vida sexual feminina.

Um estudo publicado na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia analisou os efeitos do uso de tribulus terrestris por mulheres na pós-menopausa.

As conclusões indicam que o tratamento com a erva melhorou a lubrificação vaginal, a sensibilidade na região genital e a habilidade de chegar ao orgasmo.

Aumenta os níveis de testosterona

O tribulus terrestres também colabora para uma produção de testosterona na mais uniforme e tem sido testado para o tratamento de infertilidade.

Uma pesquisa conduzida pela Universidade de Ciências Médicas Kermanshah acompanhou 80 homens com o objetivo de definir se a erva age também sob a função dos espermatozoides.

O estudo concluiu que o uso da planta demonstrou efeitos protetores nos homens, com a melhora da “mobilidade e a viabilidade espermática, devido às suas propriedades antioxidantes”.

Vale dizer que a testosterona, a grande responsável pelo desempenho sexual masculino, é importante também para uma série de outras funções que mantém o corpo de homens e mulheres em pé e 100% ativo.

Entre as reações diretas e indiretas que a testosterona promove no corpo humano, estão:

  • Aumento dos músculos;
  • Redução da gordura visceral e da obesidade;
  • Prevenção de osteoporose e fraturas;
  • ­Aumento da imunidade;
  • ­Aumento da energia e disposição;
  • ­Melhora a memória, a cognição e afasta a névoa cerebral;
  • ­Proteção contra a depressão;
  • E, claro, melhora da libido, da ereção e da contagem de espermatozoides.

"Usei um pepino na hora H"

Um seleto grupo de homens vêm obtendo ereções mais sólidas, longevas e totalmente naturais. O segredo passa por uma simples porção de pepino -- garanto que não é nada estranho.

Veja aqui o que é

Um estudo de 2017, publicado na revista Andrologia, acompanhou 65 homens que fizeram uso de um composto contendo 250 mg de tribulus terrestris.

Além de o tratamento surtir efeito na concentração de espermatozoides, ele ainda reduziu a gordura corporal e trouxe aumento de massa magra.

Uma universidade chinesa, conhecendo os efeitos do tribulus terrestris, decidiu testar sua ação em boxeadores.

15 boxeadores foram divididos em dois grupos para o acompanhamento durante 10 semanas. Um grupo praticou apenas os exercícios físicos e o outro grupo praticou exercícios e recebeu a suplementação de tribulus terrestris.

Nas primeiras 3 semanas, todos fizeram treinamentos de alta intensidade, todos descansaram por 4 semanas e voltaram para últimas 3 semanas de práticas físicas de alto volume.

Após este período, os pesquisadores verificaram que o grupo que recebeu o tribulus terrestris apresentou redução significativa nos danos musculares e teve um melhor desempenho anaeróbio.

Serve de suplemento para tratar diabetes

O tribulus terrestris tem sido abordado também como suplemento complementar ao tratamento e reversão do diabetes tipo 2.

Um estudo de 2016, feito pela Universidade de Ciências Médicas de Shiraz e publicado na revista “Evidence-based Complementary and Alternative Medicine”, acompanhou 98 mulheres com diabetes tipo 2 por 3 meses.

Elas foram divididas em dois grupos – o que recebeu um extrato de tribulus terrestris de 500 mg (2 vezes ao dia) e outro que recebeu apenas o placebo (o remédio de mentirinha).

No período, as mulheres tiveram mensurados a glicemia em jejum e pós-prandial (10 minutos após as refeições), a hemoglobina glicada, os triglicérides, o colesterol total, o HDL e o LDL.

Em todos os exames, houve redução dos índices nas mulheres tratadas com tribulus terrestris.

O surpreendente se deu nos três exames diretamente relacionados ao diabetes: glicemia em jejum e pós-prandial e hemoglobina glicada.

Enquanto as mulheres tratadas com a erva reduziram em até 16,5% os marcadores relacionados à doença, no grupo placebo houve aumento em todos esses níveis.

Você é diabético ou pré-diabético?

Já pensou em baixar a glicemia em 3 dias? Eliminar a dependência de remédios? Se sim, confira o sistema natural de 3 etapas capaz de prevenir, combater e reverter o Diabetes

Clique aqui para conhecer este sistema

Protege o seu coração

O estímulo à produção de óxido nítrico pela tribulosina, outro composto ativo presente no tribulus, ajuda no melhor funcionamento do seu coração.

Isso porque esse composto bloqueia as vias de sinalização que causam a morte de células musculares cardíacas.

Neste caso, o papel do tribulus terrestris é normalizar a atividade da ECA, a enzima conversora da angiotensina, um hormônio que controla (e também pode descontrolar) a pressão.

Um estudo feito em animais e publicado em 2017 no Chinese Journal of Natural Medicine reconheceu que o extrato de tribulus terrestris reduz a pressão sistólica e diastólica, a frequência cardíaca e também melhora a integridade endotelial da aorta torácica de hipertensos.

Tribulus terrestris também pode ajudar a regular as batidas cardíacas e proteger o seu sistema cardiovasular

Pode ajudar no tratamento de ansiedade e depressão

E, por fim, o benefício bônus do tribulus terrestris é a sua utilização para o tratamento de ansiedade e depressão.

Animais com depressão leve crônica e que apresentavam aumento do cortisol (o hormônio do estresse) foram tratados com doses entre 0,75 e 2,25 mg por quilo.

Os resultados foram publicados no Chinese Journal of Natural Medicine e reconhecem os efeitos do tribulus terrestris como antagônico à depressão crônica.

Como consumir tribulus terrestres? É seguro?

A toxicidade do tribulus terrestris em humanos ainda não foi estudada, mas há registros de efeitos colaterais em animais.

Os estudos em geral analisam o uso do tribulus por períodos de 90 a 120 dias, nos quais as reações observadas foram raras e leves, como dores de estômago, aumento da acidez estomacal e promoção de sangramentos menstruais.

O tribulus terrestris geralmente é consumido na forma de suplemento, em cápsulas, mas também é possível encontrá-lo em pó em lojas de produtos naturais.

A versão em pó pode ser usada no preparo de refeições ou receitas de modo semelhante a um tempero. Mas em geral o consumo de cápsulas é considerado mais seguro por conta da dosagem.

A dose considerada segura varia de 200 a 600 mg, divididos em duas ou três cápsulas por dia.

Mas isso varia muito de pessoa para pessoa, por isso o ideal é conversar com o profissional que te acompanha para saber qual o uso ideal de acordo com seu histórico de saúde.

Agora que você já sabe de todos os benefícios do tribulus terrestris, continue lendo os conteúdos da Jolivi para saber mais sobre saúde natural!

Carlos Schlischka

Carlos Schlischka

Médico Especialista em Saúde Integrativa

CRM: CRMMT 2187/ CREMESP 42.892

29 janeiro 2021

Dr. Carlos Schlischka é formado pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, tem mestrado pela USP-RP e quase 35 anos de prática clínica. Especialista em Medicina Regenerativa e Acupuntura, além de um grande estudioso nos campos da Nutrição e da Fitoterapia

Conteúdos Relacionados