É possível sim reverter Diabetes Tipo 2

Maior Menor

Uma das grandes inverdades sobre o diabetes tipo 2, aquele associado à idade e aos hábitos de vida, é que ele é irreversível ou incontrolável.

Disseminar isso é sentenciar que o número crescente de pessoas com a doença – que hoje são 12 milhões de brasileiros – está condenado a tomar medicamentos por toda a vida, com pouca ou nenhuma interferência no controle da doença.

E mais :os levantamentos do governo afirmam que o número de brasileiros com diabetes cresceu 61,8% em 10 anos.

De fato, é preciso mudar para mudar.

É óbvio, mas alterar os índices de glicemia – os marcadores do diabetes – exige novas condutas. Engana-se quem pensa em revolução. É preciso esforço, mas não é uma penitência.

Os experts no assunto avaliam que apenas três passos já são suficientes para revolucionar a presença da doença no organismo e construir um caminho possível para ampliar um grupo chamado de ex-diabéticos. Isso é possível quando o corpo ainda produz insulina. Se este é o seu caso, acompanhe comigo.

Está gostando desse artigo?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

Vamos aos passos.

Primeiro: relação entre o peso e diabetes tipo 2

diabetes tipo 2

Eliminar os quilos extras deve ser o objetivo número 1 de todos os diabéticos tipo 2 que ainda produzem insulina. A obesidade promove alterações cerebrais e metabólicas que resultam no diabetes tipo 2. A principal delas é que o pâncreas de quem come muito açúcar e gordura fica exausto.

A exaustão é explicada assim pelos médicos endocrinologistas: quanto mais carboidrato você come, mais glicose seu corpo produz.

Para sair da corrente sanguínea e chegar às células, a glicose precisa de insulina, produzida no pâncreas. Nos obesos, a insulina tem muito mais dificuldade para cumprir sua função (e muito mais trabalho). O órgão excretor tem que ‘trabalhar muito mais’.

Fica exaurido.

Entra em colapso.

Resulta no diabetes.

Perder peso é um alívio direto para o pâncreas e uma possibilidade real de ele voltar a funcionar em normalidade. 

Veja também: Reverta Diabetes sem nenhum remédio e sem exercícios exaustivos

Segundo passo: procure gorduras do bem ou carboidratos

diabetes tipo 2

Controlar a ingestão de carboidratos é essencial para o controle do açúcar no sangue. Os estudos recentes mostram que diminuição da ingestão de carboidratos e aumento na ingestão de gorduras pode contribuir para diminuição da insulina e dessobrecarregar o pâncreas.

Usar as gorduras, com exceção da trans, precisa ser uma estratégia calculada para não privar o corpo de energia. Alimentos ricos em gorduras são uma necessidade para quem quer emagrecer sem ter que  passar fome .

Isso porque, na privação súbita de energia, seu metabolismo fica baixo e  o seu  corpo  dificultará a queima de  Resultado? Você come pouco e não emagrece.

Quais são exemplos de alimentos bons para esta função e indicados pelos estudiosos? Abacate, nozes, avelãs, castanhas, chocolate amargo, salmão, carnes… Vale explorar.

Está gostando desse artigo?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

Terceiro passo: invista na flora intestinal

diabetes tipo 2

Segundo pesquisas recentes, o diabetes tipo 2 é uma das principais doenças ligadas ao desequilíbrio de bactérias no organismo. Algumas delas produzem hormônios e bioquímicos necessários para controlar a doença metabólica. Outras nem tanto.

O estoque de bactérias boas precisa ser reabastecido. Os probióticos – encontrados nos alimentos e suplementos – são exemplos para ajudar no controle da doença.

Leite fermentado e kefir são algumas fontes naturais de probióticos.

Kefir é um alimento probiótico extraído da fermentação do leite, encontrado em lojas de produtos naturais, rico em bactérias benéficas ao funcionamento do seu organismo.

Um estudo publicado na revista Diabetologia mostrou também o efeito protetor do iogurte para a doença e um dos motivos é a presença dos probióticos nestes alimentos.

Veja também: Golden Six, um programa para combater e controlar Diabetes tipo 2, alcançando resultados efetivos nas primeiras 8 semanas

Gostou desse artigo?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

Insira seu e-mail e receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural: