5 estratégias para o emagrecimento definitivo

Maior Menor

Você já ouviu falar em “Carga mental”?

Nos últimos tempos, arrisco dizer, este foi o conceito mais forte revelado sobre a saúde das mulheres.

“Carga mental” é a reunião de todo o peso que a mulher carrega nas costas (inclusive o invisível).

Vai além da divisão desigual de tarefas dentro de casa; dos salários mais baixos no mercado de trabalho e dos privilégios desiguais existentes entre homens e mulheres.

Isso, infelizmente, está escancarado para todo mundo ver.

A tal carga fala sobre os “sugadores sorrateiros” da nossa energia. Porque, além da “mão na massa”, destinamos nosso vigor para planejar, prever cenários, improvisar caso algo saia do “script” e por aí vai.

A verdade é que, nessas condições de sobrecarga, não poderíamos jamais pensar em desperdiçar um tiquinho do nosso capital energético, não acha?

Mas, na prática, o que ocorre é que, diariamente, mulheres acabam jogando no ralo sua disposição ao se sujeitarem às dietas mentirosas e padrões alimentares que só destroem o ser feminino.

É uma barra, eu sei.

Mas há uma forma de amenizar tudo isso. É por isso que eu estou aqui.

Em nosso primeiro encontro, eu te contei que há sete anos eu venho criando estratégias mais efetivas para ajudar as minhas pacientes.

Se você perdeu, sugiro que leia o meu e-book sobre os 3 passos essenciais para despertar os seus hormônios e caminhar em direção à transformação.

emagrecimento

Nestes meus estudos, constatei que há uma relação direta e reta entre o peso que está nos seus ombros e os quilos extras que você enxerga na balança.

Então, a minha proposta hoje é te guiar para um caminho único que te agrega duas grandes vantagens:

Primeiro te proporciona doses cavalares de vigor, disposição e energia.

De quebra faz com que você, caso precise, tenha um emagrecimento de forma definitiva e sem perder saúde.

Identifiquei 5 estratégias para o emagrecimento com energia. E uma delas contempla ele, o chocolate.

Olha só:

1) Aposte nele, no chocolate ideal para as mulheres

Na ânsia de te manter obediente, decretaram que nenhuma mulher poderia comer um chocolate sem culpa.

Ai, ai, que bobagem.

O chocolate ideal existe, pode ser consumido diariamente e ainda te ajuda a equilibrar seu nível de pressão arterial, a dormir melhor e aliviar tensão.

Entre as suas propriedades terapêuticas está também a diminuição da compulsão, da fissura por doce e da sensação de estafa.

Ou seja, se você busca o emagrecimento, ele te ajuda.

Que chocolate é esse?

É aquele 70% ou mais de concentração de cacau, sem açúcar e sem leite. Você encontra em lojas especializadas ou de produtos naturais (meu preferido é o 80%, com um toque de pimenta).

O recomendado é que você coma no máximo 30g por dia. E quando faça isso, destine atenção para o ato.

Deleite-se com o chocolate, saboreie e mastigue bem, para que todas as suas papilas gustativas apreciem o alimento e que você ainda produza enzimas que te ajudem na digestão.

O chocolate 70%, além de ser um antioxidante poderoso (ou seja, que limpa os resíduos tóxicos do seu corpo), é rico em magnésio, um relaxante natural e que acelera o seu metabolismo.

Minha dica é que você consuma este doce em especial à tarde, para ampliar a energia e evitar que você chegue faminta no jantar.

E quer saber a verdade?

Troque as barrinhas de cereal por um chocolate desses.

Essas barras industrializadas são uma invenção horrível da indústria da dieta. E é por isso que, na minha estratégia número 2 do emagrecimento com energia, eu decreto o fim dos light, diet e zero gordura.

2) Produto diet para o emagrecimento: JAMAIS

Leitora, prometa para mim: jamais você gastará o seu rico dinheirinho com produtos diet, light e os sete grãos da vida, combinado?

Estes produtos não são só ineficientes (apesar de líderes em venda) no propósito do emagrecimento.

São lobos em pele de cordeiro.

Porque, além de não ajudar no emagrecimento, eles nos adoecem diariamente.

São alimentos que passam a falsa percepção de saudáveis, estimulando o consumo excessivo e sem consciência dos malefícios.

O sabor doce do produto diet ou light engana teu cérebro.

O paladar ao sentir o gosto adocicado envia a mensagem de que algo calórico está sendo consumido. Quando isso não ocorre, o apetite é estimulado, ainda que algumas horas depois.

A fatura é que você come mais.

Sem contar que o adoçante artificial, usado nestes produtos FIT, também desequilibra o intestino e resulta em mais prisão de ventre. Você acumula mais toxinas, retém mais líquido e armazena mais gordura.

A solução? Não tem jeito, mais comida de verdade.

O mix cenoura, pepino e tomate cereja, em pequenas embalagens, é uma ótima opção para carregar na bolsa e solucionar fomes fora de hora. Tenha sempre à mão. Eles evitam ansiedade e, também, que você recorra a uma lanchonete no meio da tarde.

E, caso pense em uma bebida para matar a sede, eu te proponho:

Nada de escolher o suco desta fruta aqui abaixo, a minha estratégia número 3.

3) Troque o suco de laranja pelo de beterraba

Eu não sei quando foi ao certo. Porém, alçaram o suco de laranja ao representante máximo da vida saudável.

Mas quem fez isso, com certeza, conseguiu a proeza sem nenhum embasamento científico.

O suco de laranja expulsa a fibra da fruta e deixa só a frutose. A carga para o fígado é tão forte, que pode ser mais nocivo até do que algumas bebidas alcóolicas.

Para metabolizar essa “porrada”, o corpo ainda precisa de mais insulina. O cansaço, que já estava pesado, é ainda mais alimentado.

O ciclo exaustão e acúmulo de gordura é formado.

Minha recomendação, então, é para que você comece o seu dia com um belo suco de beterraba. Se misturar uma folha de couve, então, a “poção” está perfeita.

A beterraba é rica em óxido nítrico, amplia a saciedade, irriga seu corpo com disposição, melhora a circulação e acelera o seu intestino.

Para quem está no caminho de acertar os ponteiros da balança, é uma bebida perfeita. Mas vale como um lanche e não como “companheira” de uma refeição.

Durante o almoço ou jantar, se você precisa beber alguma coisa, o melhor mesmo é o suco de limão, sem açúcar.

Ele amplia a saciedade, não aumenta o aporte de calorias e acelera a digestão.

Uma bela pedida, não é?

Nada comparado com o uso de um certo aparelho que mina a sua bateria natural.

Dá uma olhada na minha estratégia número 4.

4) Em vez do celular, banana

Os aparelhos telefônicos, especialmente quando usados à noite, roubam a nossa energia, comprometem o descanso e dificultam o processo de eliminação de substâncias tóxicas, função essencial para o emagrecimento.

Quando a luz do aparelho eletrônico entra em contato com nosso cérebro, ela envia um sinal para pararmos de produzir melatonina, o hormônio do sono.

Com isso, é desencadeada uma confusão no relógio biológico (imagina dar aquela olhada demorada no celular no meio da madrugada).

Este processo afeta a termo regulação do organismo, podendo aumentar a pressão arterial, a resistência à insulina e a manutenção da obesidade.

Minha proposta então é que você troque o celular por uma banana.

Calma, eu explico.

Quando você chegar em casa, perto das 20h, desligue os eletrônicos. Esquente, então, 100ml de água e utilize uma banana madura, com casca e tudo, para fazer a infusão (não esqueça de higienizar bem a casca).

Depois, beba este chá resultante umas duas horas antes de dormir. Ele é um relaxante natural, estimula o descanso, faz com que você consiga destinar, no dia seguinte, parte da sua energia para o emagrecimento.

O sono deve ser encarado como prioridade. Vivemos num mundo extremamente competitivo e encaramos o descanso como uma fraqueza, uma perda de tempo.

Ele deve ser colocado num patamar de necessidade.

Assim como a busca pela dose ideal de testosterona, minha estratégia número 5 para enxugar medidas.

5) Ache a sua a “testosterona cor-de-rosa”

Amiga leitora, eu sei que parece estranho, mas mulheres precisam, sim, de testosterona, conhecida por ser o hormônio masculino.

Quando falta testosterona na mulher, nosso corpo funciona em um modo mais lento, quase parando. Os sintomas ruins ligados à menopausa, por exemplo, também estão associados à baixa de testosterona.

Então, bora buscar a sua, não acha?

Novamente, não estou falando de uma reposição sintética, que vai fazer com que a sua voz engrosse e cresça pelos em lugares indesejados. Você precisa repor a quantidade certa de testosterona natural.

Pretendo me aprofundar nisso em meus próximos encontros com você, mas já adianto que existe um tipo de exercício que te ajuda – e muito – nesta procura.

Exercícios resistidos, com pesos livres ou uso do peso do próprio corpo, são primordiais. São eles, principalmente, que melhorarão sua qualidade corporal. Mais tecido muscular significa maior gasto energético em repouso, quase como um “emagreça dormindo”, sabe?

Além do treinamento de musculação causar a melhora corporal, causa um outro “efeito colateral” que as mulheres adoram: diminuição da flacidez e melhora do contorno corporal.

E, por fim, melhoram, e muito, sintomas de “TPM” e “menopausa”, o sono e a libido porque otimizam, ela, a sua testosterona.

Fico por aqui hoje.

E prometo voltar em breve para falar dos sintomas que tanto te atrapalham e aceleram o seu envelhecimento.

Saiba que você pode fazer um simples investimento e conseguir reprogramar os ponteiros do seu relógio.

Eu estarei com você.

Até mais,

Drª Denise de Carvalho

Insira seu e-mail e receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural: