Você sabe o que é a sonda nasogástrica colocada em Bolsonaro?

Maior Menor
Pedro Bezerra Souza

Pedro Bezerra Souza

16 julho 2021

Editor

O presidente Jair Bolsonaro teve que usar uma sonda nasogástrica para auxiliar sua alimentação e hidratação; explicamos o que é a sonda e se ela é realmente eficaz

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), internado no Hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, começa a dar sinais de melhora. De acordo com o último boletim médico, a sonda nasogástrica, que ajudava o presidente a se alimentar e se hidratar, já foi retirada.

Mas você sabe o que é uma sonda nasogástrica e pra que ela serve? Vamos explicar tudo com a ajuda do médico e especialista da Jolivi, Dr. Carlos Schlischka.

Nos últimos dias, você viu aqui no site da Jolivi que uma crise de soluço levou o presente a se internar no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, antes de ser transferido para a capital paulista. O Dr. Carlos apontou, inclusive, algumas causas para o soluço do Bolsonaro.

Os maus hábitos do presidente — como tomar Coca-Cola até no café da manhã e o uso do omeprazol — podem estar associados a complicações no seu quadro de obstrução intestinal. Você viu até as sugestões de saúde da Lara Gabriela Cerqueira para derrotar a queimação.

A Lara também tem outras informações especialmente para você sobre plantas que são melhores que remédios para baixar a pressão alta

Já sem a sonda nasogástrica, Bolsonaro voltará a fazer a alimentação oral nesta sexta-feira (16), com comidas líquidas. A sonda que o ex-capitão utilizava estava introduzida no nariz e chegava até o estômago. Ela também servia para drenar o líquido acumulado no organismo dele.

A sonda foi colocada ainda em Brasília na última quarta-feira (14). Ou seja, Bolsonaro viajou até São Paulo com ela. Os médicos optaram pela sonda nasogástrica devido ao quadro de fortes dores abdominais que o presidente se queixava, assim como ao diagnóstico de obstrução intestinal — que é um bloqueio que impede o caminho normal do órgão. 

Para que serve a sonda?

Além da alimentação, a sonda nasogástrica tem a função de facilitar a ingestão de medicamentos em pacientes que não conseguem deglutir. Ela tem um formato de um tubo e é bastante fina e flexível.

De acordo com o Dr. Carlos, “a sonda vai pela garganta, passa pelo esôfago e pode chegar até mesmo ao intestino delgado”. O especialista da Jolivi também esclarece que ela é “importante quando há uma diminuição dos movimentos gastrointestinais, a chamada paresia, ou mesmo paralisia destes movimentos. Essa condição é chamada de ‘íleo paralítico’, comum após cirurgias abdominais”. Esse é um ponto específico relacionado ao presidente.

A serventia da sonda não para por aí. Ela é usada para que haja a descompressão, quando alguma obstrução no trato digestivo atrapalha o paciente. “Assim, ajuda a eliminar gases e secreções, caso a pessoa tenha refluxo ou vômitos. Evita, também, a aspiração da secreção gástrica e/ou intestinal”, explica.

O Dr. Carlos reforça que a sonda nasogástrica é, realmente, a melhor opção para esses tipos de problemas — inclusive no caso específico de Bolsonaro. “Muitas vezes conseguimos resolver um problema com a sonda sem a necessidade de cirurgia, cujo risco é alto nesses casos”, pontua o médico.

ilustração de um homem com uma sonda nasogástrica

A sonda nasogástrica ajuda pacientes a se alimentarem, se hidratarem e até a tomarem medicamentos

Que alimentos consumir com a sonda?

É possível se alimentar de forma plural através da sonda nasogástrica, mas é preciso que os alimentos estejam da forma adequada. Eles precisam estar cozidos, triturados e coados. O final desse processo vai retirar pedaços de fibras que possam entupir a sonda.

Se optar por sucos, o ideal é que eles sejam feitos em uma centrífuga. Porém, atenção: quando tiramos as fibras dos alimentos, podemos perder muitos nutrientes. 

Então, o ideal é consultar o médico que lhe acompanha para saber da necessidade de uma possível suplementação alimentar.

Aqui, há algumas opções de alimentação por meio da sonda:

  • Sopa. É possível fazê-la sem alimentos inflamatórios como a batata. Couve-flor é uma excelente e deliciosa opção;
  • Iogurtes;
  • Vitaminas – abacate e morango são as melhores nesse caso;
  • Mingau; e
  • Suco da fruta sem adição de açúcares, como acerola e limão. Frutas muito doces também são melhores quando utilizadas no suco verde.

Conheça os superalimentos que vão prevenir, tratar e até reverter doenças no seu organismo

No momento da alimentação, a recomendação é que a pessoa esteja sentada e permaneça assim durante 30 minutos. Isso fará com que a digestão seja melhor e vômitos não aconteçam.  Se o paciente não conseguir sentar, o ideal é que ele seja virado para o lado direito enquanto se alimenta.

Virado para esse lado, a anatomia do corpo é respeitada e o refluxo dificilmente acontecerá.

Se possível, essa alimentação precisa ser acompanhada o tempo todo por um profissional de saúde especializado. Assim, qualquer intercorrência é rapidamente resolvida.

Pedro Bezerra Souza

Pedro Bezerra Souza

16 julho 2021

Editor

Conteúdos Relacionados