Jogue o Roacutan no lixo e conheça maneiras naturais para tratar acnes

Garota branca olha preocupada enquanto espreme uma espinha. O Roacutan é o medicamento mais prescrito, mas tem sérios riscos
Maior Menor
Marcello Sapio

Marcello Sapio

29 junho 2021

Redator

O Roacutan é praticamente o único tratamento usado pela medicina tradicional para a tratar a acne, mas pouco se fala sobre seus efeitos colaterais

Nesta terça-feira (29) a palavra “Roacutan” entrou nos assuntos mais comentados do Twitter Brasil, tendo mais de 1.500 publicações sobre o tema. Em sua maioria, eram jovens contando sobre a experiência de ter usado o famoso medicamento para acne.

Os dados do Ministério da Saúde comprovam que essa faixa etária realmente é a mais afetada: cerca de 80% das pessoas entre 15 e 25 anos têm problemas com a acne no Brasil.

Por conta disso, a maioria delas acaba recorrendo ao uso de cremes cheios de compostos químicos ou até usando remédios à base de isotretinoína, como é o caso do Roacutan, que possuem diversos efeitos colaterais.

Os efeitos colaterais da ‘turma do Roacutan’

No Brasil e no mundo, o tratamento da acne é atrelado quase que automaticamente a remédios com esse princípio ativo: a isotretinoína. Porém, a maioria dos médicos acaba por deixar de lado os impactantes efeitos colaterais que esses medicamentos causam nos pacientes.

Pacientes que usam o medicamento no tratamento da acne foram diagnosticados com anemia, ressecamento da pele, problemas hepáticos, dores musculares e até desregulamentação hormonal, afetando os índices de colesterol.

Segundo a Mayo Clinic, uma das instituições de saúde mais sérias do planeta, os efeitos do medicamento são:

  • Dor óssea ou articular;
  • queimação, vermelhidão, coceira ou outros sinais de inflamação nos olhos 
  • dificuldade em se mover;
  • hemorragias nasais;
  • descamação, vermelhidão, queimação, dor ou outros sinais de inflamação dos lábios e
  • infecção de pele ou erupção cutânea.

Também há outras incidências mais raras, mas que já foram registadas:

  • Tentativas de suicídio ou pensamentos suicidas (geralmente param depois que o medicamento é interrompido);
  • Dor nas costas;
  • Sangramento ou inflamação das gengivas;
  • Visão turva ou outras mudanças na visão;
  • Mudanças de comportamento;
  • Visão diminuída após o pôr do sol ou antes do nascer do sol (repentino ou pode continuar após a interrupção do medicamento);
  • Diarreia grave;
  • Dor de cabeça (grave ou contínua);
  • Depressão;
  • Náusea e vomitos;
  • Dor, sensibilidade ou rigidez nos músculos (tratamento de longo prazo);
  • Sangramento retal;
  • Dor de estômago forte; e
  • Olhos ou pele amarelos.

Outro fator importante, que muitas vezes é ignorado, é o risco com gestantes. O uso do Roacutan em mulheres grávidas pode acarretar em má formação do bebê e até em um aborto espontâneo, devido a sua alta carga hormonal.

Alguns estudos também associam o estudo do Roacutan a comportamentos suicidas e também à depressão, mas ainda não há um consenso da comunidade médica.

Relação da acne com o intestino

O uso dos remédios à base de isotretinoína também pode causar problemas intestinais. Isso porque um dos principais efeitos do Roacutan é matar as bactérias que servem de alimento para a acne. 

Porém, os remédios com o princípio ativo matam até as bactérias que fazem bem e atuam, principalmente, no sistema digestivo e intestinal. Assim, podendo resultar em infecções fúngicas, bem como cepas bacterianas resistentes.

Maneiras naturais de barrar a acne

Apesar de não ser tão falado, a acne pode ser facilmente controlada — e até extinta — por meios totalmente naturais, seja em métodos de skincare, ou até em dietas.

Segundo o Dr. Wilson Rondó Jr., nutrólogo e especialista Jolivi, um dos caminhos possíveis para barrar a acne é a dieta sem glúten: “Mesmo que você não seja celíaco, basta uma pequena sensibilidade a essa substância para prejudicar a pele. Os povos primitivos, por exemplo, que não se alimentavam de grãos, simplesmente não tinham acne”.

Outros alimentos que devem ser evitados são os ricos em açúcares e carboidratos.

Problemas com o açúcar? Conheça o sistema único de apenas 3 etapas capaz de prevenir e reverter o Diabetes tipo 2

A suplementação anti-acne, por Dr. Carlos

O também especialista Jolivi, o Dr. Carlos Schlischka, sugeriu alguns suplementos que, quando consumidos, conseguem tratar a acne. São eles:

  • Ácidos graxos ômega-3: os ômega-3 são anti-inflamatórios e o consumo regular tem sido associado a um risco reduzido de desenvolver espinhas;
  • Tratar a disbiose: prebióticos e probióticos promovem um intestino saudável e um microbioma equilibrado, que está relacionado à inflamação reduzida e a um menor risco de desenvolvimento de acne.
  • Polifenóis do chá verde: o chá verde contém polifenóis que estão associados à inflamação reduzida e à produção reduzida de sebo. 
  • Curcumina, berberina e extrato de Momordica charantia (melão-de-são-caetano): ajuda a regular o açúcar no sangue, melhorar a sensibilidade à insulina e inibir o crescimento de bactérias causadoras de acne.
  • Vitaminas A, D, E e zinco: esses nutrientes desempenham papéis cruciais na pele e na saúde imunológica e podem ajudar a prevenir a acne 

Os óleos essenciais que secam qualquer espinha

Tratamentos na pele, os famosos skincares com produtos naturais, também são extremamente eficazes contra a acne. Um deles é com o óleo essencial de melaleuca (também conhecido como tea tree) e lavanda, ambos com propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, e poder enorme de expulsar as bactérias causadoras da acne. 

Quer conhecer um universo de plantas que funcionam muito melhor que medicamentos? A nutricionista Lara Gabriela Cerqueira conta tudo

Preparo

Misture algumas gotinhas dos dois óleos em um recipiente juntamente com um óleo carreador. A proporção é uma gota de óleo essencial para dez do carreador.

Como usar na pele

Aplique diretamente na espinha com um cotonete. 

Sempre que possível, consulte o seu dermatologista de confiança antes de fazer qualquer procedimento na pele. Só um especialista na área conhece as particularidades da sua pele, e poderá te ajudar a criar uma rotina de cuidados específica para as suas necessidades.

Um alerta: a Jolivi não indica que você faça o desmame de qualquer medicamento, em especial o Roacutan, sem o conhecimento e acompanhamento de um profissional de saúde.

Marcello Sapio

Marcello Sapio

29 junho 2021

Redator

Conteúdos Relacionados