O que são obesogênicas e por que elas engordam?

Maior Menor

Resolvi falar abertamente sobre um assunto que permanece pouco abordado na área da saúde, as toxinas obesogênicas.

Sou cirurgião vascular de formação, trilhei minha formação na França, Alemanha e Estados Unidos.

Também sou nutrólogo, da primeira turma ministrada no Brasil.

Na minha trajetória, de forma recorrente, lidei com pessoas que – como você – sofriam com dificuldade para perder peso de forma definitiva, tinham pressão desequilibrada e coração enfraquecido.

Para criar um elo de confiança com elas, me comprometi a pesquisar como verdadeiramente poderia ajuda-las.

Foi então que encontrei as toxinas secretas que te engordam. Pesquisei mais e identifiquei qual é a forma efetiva de combatê-las.

O que são obesogênicas?

Em 2006, Bruce Blumberg e Feliz Grun, dois investigadores de Bioengenharia da Universidade da Califórnia, nos EUA, fizeram estudos extensos.

Eles relacionaram a obesidade com os compostos químicos artificiais que diariamente temos contato.

Analisaram:

  • embalagens de alimentos (plástico)
  • remédios
  • tubos de PVC da rede de encanamento
  • teflon das panelas
  • maquiagens
  • cosméticos
  • automóveis

Em todos, encontraram substâncias que nomearam de “obesogênicas”.

É mais ou menos assim.

A presença delas em nosso organismo, após o contato com este material, induz as células a “ficarem mais gulosas”. Elas ainda podem desregular as regiões cerebrais que controlam a nossa saciedade e alterar as preferências alimentares. Sabe aquela vontade de doce incontrolável? Então…

Assim, esses elementos influenciam na balança sem que você tenha a consciência de que está engordando!

Está gostando desse artigo?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

obesogênicas frutas

Boa notícia: há formas naturais de limpar as obesogênicas

A boa notícia disso tudo é que temos uma opção de diminuir a exposição aos obesogênicos e expulsá-los do organismo com a ajuda de alguns nutrientes. Existem uma série de atitudes para desintoxicação. E uma delas que apresento aqui é por meio da alimentação.

É importante ressaltar que a sua dieta é importantíssima quando se trata de desintoxicação. Ela evita, limita e diminui a vulnerabilidade do nosso organismo diante dessas toxinas que nos engordam.

Por isso, procure se alimentar de acordo com seu tipo metabólico, sempre priorizando os naturais e não processados.

E dentre as inúmeras opções nutritivas, indico os vegetais e as frutas frescas. Eles te protegem contra estresse, artrites, derrames, doença cardíaca e te ajudará manter magro.

E para dar conta de consumir a maior variedade de vegetais e frutas possíveis, aqui vai uma dica: smoothie detox.

Veja também: Fruta NÃO está proibida para os diabéticos

Smoothie Detox

obesogênicas suco smoothie detox

Esta receita vai ser ótima para você porque, além de eliminar as toxinas, é saborosa e queima o excesso de gordura:

– 2 copos de espinafre fresco

– 2 copos de chá verde

– 2 unidades de kiwi

– 2 maçãs

– 1 copo mirtilo

São os alimentos que te auxiliam na desintoxicação, promovem emagrecimento, melhoram a função celular, diminuem a saciedade e ativam o sistema de queima. Você deve bater todos eles em um bom liquidificador.

Porém, deixo claro aqui que esses smoothies não substituem uma refeição. São apenas complementos nutritivos com vitaminas e minerais, podendo ser usados junto às refeições ou como lanches entre as refeições.

Veja também: As receitas deliciosas para quem quer perder peso

 

Insira seu e-mail e receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural: