O que aprendi com meus gatos sobre tomar sol

Gatos-tomar-sol
Maior Menor
Marcello Sapio

Marcello Sapio

23 julho 2021

Redator

Todos os dias, meus gatos têm um encontro marcado com pelo menos uma fresta de sol e eu comecei a refletir no que esse hábito poderia mudar minha saúde; veterinária integrativa explicou a relação dos bichos com os raios solares

Eu desde sempre quis ter um animal de estimação. Lembro-me até hoje de pedir para os meus pais e meus avós um cachorro quando criança. Porém, o primeiro “animalzinho” só veio em 2012, o Theo, um gato vira-lata que adotamos através de uma ONG.

Passaram nove anos e hoje, além dele, convive aqui também a Sophia Cristina, outra gata que também adotamos, no final de 2016. Isso sem contar com os gatos “agregados” dos vizinhos, que rotineiramente ficam aqui em casa.

Desde então, eles têm uma rotina que me chama atenção: todo dia — literalmente —, na parte da manhã, pedem para eu abrir a porta da sacada para tomarem um banho de sol. Aí ficam lá parados até o meio da tarde, quando a luz já não bate mais.

Comecei a pensar: será que essa “tradição” dos meus gatos beneficia a saúde dos animais de alguma forma? Será que devo fazer como eles? Sim. A resposta está na vitamina D3.

Sol ‘diferente’ para humanos e para os animais

Para os humanos, o sol tem a função de ajudar na disponibilização  da vitamina D3 para o organismo. Já para cachorros e gatos, não funciona da mesma forma.

A médica veterinária Hanna Bezerra, que é especialista em veterinária integrativa, contou como é a relação dos gatos com o sol: 

“Os gatinhos possuem uma temperatura mais elevada que a nossa (em torno dos 38 a 39 graus), e por esse motivo precisam se manter quentinhos para poupar energia. Manter essa temperatura gasta energia e ficar aquecido, sob o sol, poupa esse trabalho. Além de tudo, nossos felinos domésticos evoluíram do gato do deserto (Felis silvestris lybica), o que explica o instinto de procurar calor”.

Mas aí você pode estar se perguntando “e como os animais, então, absorvem a vitamina D3?”. Segundo a especialista, é através da alimentação, principalmente de carnes e peixes. A quantidade ideal varia conforme a dieta de cada bichinho e seus respectivos portes. 

Sol e a vitamina D3

 

Não é nenhuma novidade que a exposição ao sol está diretamente relacionada com os nossos índices de vitamina D3, um hormônio que influencia pelo menos três dos 30 mil genes do nosso corpo .

Segundo o Dr. Naif Thadeu, nutrólogo e especialista Jolivi, ficar exposto à luz solar, por 15 minutos diários e sem protetor solar, faz com que a vitamina D3 seja produzida e disponibilizada no nosso organismo.

Ele ainda afirma que os melhores horários para esse banho se sol são entre às 10h e às 15h, ao contrário do que a medicina tradicional tanto fala (que fala justamente para evitar entre às 10h e às 16h) .

Isso ocorre porque é durante esses períodos que os raios UVB estão ativos. E são eles que, em contato com a nossa pele, são parte da matéria-prima para a produção de vitamina D3 em nosso organismo. 

Ou seja, não adianta tomar sol com o corpo coberto e às 8h da manhã, principalmente no frio.

Se você não tem a possibilidade de tomar sol, o ideal é que você opte pela suplementação.

A vitamina anticâncer

 

Um dos principais benefícios da vitamina D3 é o seu poder anticâncer. Um estudo publicado em novembro de 2020 no Journal of the American Medical Association (JAMA) confirmou essa relação.

Entre mais de 25.000 homens e mulheres que foram acompanhados no estudo, aqueles que tomaram 2.000 unidades internacionais (UI) de vitamina D por dia, por uma média de 5 anos, tinham quase 20% menos probabilidade de ter um câncer avançado (com metástase ou desfecho fatal) do que aqueles que receberam um placebo, também conhecido como remédio de mentirinha.

Conheça o passo-a-passo natural do Dr. Naif Thadeu para defender o seu organismo das células cancerígenas

Ou seja, quando seus pets pedirem para tomar sol em sua sacada, seu jardim ou terraço, é uma boa pedida ir junto!

Equipe Jolivi e seus pets

Não sou só eu que estou nessa missão de “pai de pet”. Meus colegas do editorial da Jolivi também tem pets que amam tomar banho de sol. olha eles aqui:

Billy, da editora Giovanna Tavares

 

Tekila, esse aí é meu

 

Timóteo, esse também é meu

 

Woody (cima) e Theo (baixo), ambos meus

 

Piter, da redatora Fernanda Lopes

 

Bentinho, da editora Ana Paula Araújo

 

Catra, da editora Ana Paula Araújo

 

Inácio, da editora Monique Garcia

 

Panis, da coordenadora editorial Mirela Leme

 

Cora, da editora Ana Paula Araújo

 

Sakê, mais um meu

 

Sophia Cristina, outra minha

 

Melanie, da editora Ana Paula Araújo

 

Jolie, da editora Priscila Miranda

 

Sasha, da médica e especialista Jolivi, Dra. Denise de Carvalho

Ivy, também da médica e especialista Jolivi, Dra. Denise de Carvalho

Referências

  • Li Y, Tong CH, Bare LA, Devlin JJ. Assessment of the Association of Vitamin D Level With SARS-CoV-2 Seropositivity Among Working-Age Adults. JAMA Netw Open. 2021;4(5):e2111634. doi:10.1001/jamanetworkopen.2021.11634.
Marcello Sapio

Marcello Sapio

23 julho 2021

Redator

Conteúdos Relacionados