Molho de tomate para a sua próstata

Maior Menor

O que você diria se descobrisse que há opções para o cuidado com a próstata que estão ao seu alcance?

Digo na facilidade de se comprar e também no preço.

Mas eu te digo que, se você lançar mão de alguns produtos com uma cor específica, poderá ter um bom apoio para:

• A sua vontade de urinar de hora em hora;
• As várias idas ao banheiro à noite, chamada de noctúria;
• Micção que parece mais um conta-gotas;
• Ardor na hora de urinar;
• Ter a sensação de que nunca terminou de esvaziar a bexiga.

Reduz 18 por cento as chances de câncer de próstata

Para você se proteger do câncer de próstata, ou mesmo se já teve o diagnóstico de hiperplasia prostática, está na hora de investir nos nutrientes de cor vermelha.

E aí, temos uma lista de alimentos, a começar pelo tomate, seguido de melancia, goiaba vermelha, morango, framboesa e até mesmo o mamão.

Isso porque elas são ricas em licopeno, uma substância que dá a cor avermelhada a estes nutrientes. Conhecido como um poderoso antioxidante, no nosso organismo, o licopeno pode fazer uma varredura de radicais livres.

A quantidade ideal é de, em média, quatro ou cinco frutas e legumes por dia.

O licopeno já foi apontado, em ensaio científico das renomadas universidades de Cambridge, Oxford e de Bristol como responsável por reduzir 18% o risco de câncer de próstata.

Um estudo feito pela Universidade Estadual de Ohio com homens que seriam submetidos a prostatectomia acompanhou o crescimento da concentração plasmática de licopeno em homens que receberam, na alimentação, 142 a 198 gramas de molho de tomate, 2 a 2,75 xícaras de chá de sopa de tomate por dia ou 325 a 488 ml de suco de tomate por dia.

Os resultados da pesquisa foram publicados no The British Journal of Nutrition no ano de 2015.

Nas três preparações, o aumento da concentração de licopeno foi de 71 por cento nos pacientes que receberam molho de tomate, 66 por cento nos que receberam sopa de tomate e 59 por cento nos que receberam suco de tomate.

E o mais importante: em todos os três casos, o aumento de licopeno no organismo foi muito superior ao tratamento apenas com a suplementação de 5 mg da substância ao dia.

Isso significa, caro leitor, que você tem que apostar, sim, na sua alimentação.

Os efeitos do licopeno (e molho de tomate)

Os efeitos do licopeno vão além da próstata. Com meu amigo neuroanatomista funcional, o Dr. Nelson Annunciato, fiquei sabendo que essa substância também é importante para o cérebro e que há estudos que o licopeno tem o poder de corrigir o déficit de memória e aprendizagem induzidos pela alta concentração da proteína beta-amiloide e, portanto, se torna um potencial candidato ao tratamento de Alzheimer.

Como vimos que, na pesquisa pela universidade americana, as três preparações anteriores apresentaram resultados positivos para a próstata dos pacientes.

Por isso, quero dividir com você algo simples que você pode fazer na sua casa: um molho de tomate!

tomate

Veja também: O método definitivo para acabar com os problemas da próstata

Quando você corta e refoga os tomates em fogo baixo, com um pouco de azeite de oliva, esse aquecimento aumenta a biodisponibilidade do licopeno.

Fazer um molho de tomate caseiro, com vários tomates, é, portanto, uma ótima pedida para aproveitar o potencial anticâncer desta substância.

Mas não se esqueça! Não adianta apenas encher a sua alimentação de comida vermelha e esquecer das outras cores.

Um prato colorido, com mais de 5 cores, é uma dieta protetora. Sem contar que os alimentos verde-escuros, especialmente o espinafre, são muito indicados para a saúde masculina. O consumo dos alimentos verdes e vermelhos deve ser diário.

QUER RECEBER NOVIDADES DA JOLIVI PELO FACEBOOK MESSENGER?

Insira seu e-mail e receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural: