Jatobá: conheça a fruta que auxilia no tratamento da hipertensão

Maior Menor
Fernanda Mayane

Fernanda Mayane

22 junho 2021

Redatora

Pesquisadores testam planta mística como novo formato para regular pressão arterial; saiba como utilizá-la aqui

 

A desestabilidade da pressão arterial é um problema que atinge inúmeras pessoas em todos os cantos do mundo. Segundo a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia) cerca de 35% da população brasileira é hipertensa.

E é claro que, com um número expressivo de pacientes diagnosticados em todo território nacional, mantém-se uma indústria milionária que oferece medicamentos nem sempre 100% eficazes e seguros.

Segundo o relatório do depósito da patente da UFPB (Universidade Federal da Paraíba) o uso de medicamentos para tratar hipertensão pode até ajudar em alguns casos. Entretanto,  cada fármaco atua em apenas um único sistema de controle pressórico, fazendo com que a maioria dos pacientes necessite usar mais de um medicamento diferente para atingir todos os mecanismos.

Os tipos de mecanismos de controle pressórico por medicamentos distintos, são;

  • Diurético;
  • Vasodilatador;
  • Inibidor dos canais de cálcio;
  • Ansiolítico;
  • Otimizador; e
  • Inibidor de ECA (enzima conversora da angiotensina).

 

Dessa forma, conforme aponta o relatório, mesmo que alguns medicamentos tratem o problema de saúde por determinado tempo, apenas 20% a 30% dos pacientes conseguem manter a pressão arterial controlada. O ideal seria tratar as causas da hipertensão.

Quer baixar a sua glicemia em menos de 1 hora? Conheça estas 3 deliciosas frutas

Jatobá: a fruta exótica que pode te ajudar na pressão 12×8

Utilizada pelos povos indígenas como alimento e por suas diversas propriedades medicinais, o jatobá vem do Tupi Guarani e significa fruto de casca dura. Era uma fruta considerada mística pelos índios, que a cultuavam e comiam o fruto antes de fazer rodas de meditação, pois trazia equilíbrio a sentimentos e pensamentos.

Isso porque a fruta é rica em inúmeras composições benéficas para nossa saúde, tais como:

Imagem de sementes de Jatobá com balões em amarelo dizendo alguns nutrientes que a planta tem. Da esquerda para a direita: Potássio, Vitamina C, Magnésio, Calcio, Ferro e Fósforo

Mas o fruto não se limita apenas a isso. Um estudo realizado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) em 2020 aponta propriedades anti-hipertensivas inseridas na casca de jatobá. durante a análise, ela mostrou-se eficiente na redução da pressão arterial de ratos hipertensos.

O produto vegetal foi induzido através da maceração da casca do caule — espécie de seiva da planta — visando a redução notável da pressão arterial em hipertensos. Uma provável explicação para isso é que, enquanto os medicamentos atuam em apenas um mecanismo hipertensivo, a pressão alta tem vários mecanismos que agem ao mesmo tempo, e algumas plantas podem agir diretamente em todos eles.

Aprenda a fazer o xarope de jatobá

Para fazer o xarope de casca de jatobá, é necessário usar a técnica de maceração.

Siga este passo a passo:

  • Duas colheres de sopa da casca em uma panela;
  • Deixar as cascas cortadas de molho na água em temperatura ambiente por aproximadamente 24 horas;
  • Beber até 3 xícaras ao dia.

Contraindicações: Para gestantes, lactantes, diabéticos, crianças menores de um ano e pessoas com histórico de sensibilidade à planta incluída no xarope caseiro.

 

Referências bibliográficas:

 

  • SILVA, Alexandre Sérgio (org.). Pesquisadores da UFPB desenvolvem anti-hipertensivo a partir da casca do jatobá: produto vegetal demonstrou potente capacidade de reduzir a pressão arterial de ratos hipertensos. Governo Federal Universidade Federal da Paraíba – UFBP Paraíba, ago. 2020.
  • CARDIOLOGIA, Sociedade Brasileira de. SBC realiza maratona para debater hipertensão. 14/04/2020. Disponível em: https://www.portal.cardiol.br/post/sbc-realiza-maratona-para-debater-hipertens%C3%A3o. Acesso em: 11 jun. 2021.

 

Fernanda Mayane

Fernanda Mayane

22 junho 2021

Redatora

Conteúdos Relacionados