Hemorróida — Tratamentos Caseiros e Remédios Naturais

hemorroida
Maior Menor
Redação Jolivi

Redação Jolivi

21 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Você sabia que a hemorróida é uma condição tão comum quanto antiga? 

O periódico The New England Journal of Medicine, o jornal de medicina de Harvard, tem em seus registros documentos que fazem alusão às hemorroidas no ano de 1812. 

Naquela época, a condição já estava incomodando os franceses, de acordo com a faculdade americana.

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2016, 23,9 mil pessoas foram atendidas no SUS (Sistema Único de Saúde) para tratar o problema.

Agora, estamos aqui para te ajudar a descobrir as origens das hemorroidas – não as históricas, mas suas causas – e te mostrar possibilidades naturais de lidar com esta doença que, além de causar dores e incômodos, traz constrangimento.

O que causa a hemorróida?

Em primeiro lugar, é preciso entender o que é e como surge a hemorróida. 

O canal anal possui um sistema de irrigação de vasos sanguíneos, formando um complexo chamado plexo hemorroidiário. 

Entretanto, não existe um sistema de válvulas que possa conter o refluxo do sangue, caso ele se acumule de forma excessiva. Então, quando isso acontece, os vasos se dilatam e acabam formando uma trombose venosa no local. Trocando em miúdos: são varizes na região anal, que fica inchada inflamada e dolorida.
Quem tem hemorroida, geralmente apresenta: 

  • sangramento vivo nas fezes, que se nota, inclusive, ao passar papel na região após a evacuação
  • sangramento em gotejamento após a evacuação
  • nódulo palpável e macio na região anal
  • presença de muco nas fezes
  • eventualmente, dor, quando as hemorróidas inflamam, a chamada flebite ou trombose hemorroidária

Agora que você também já está atento aos sintomas, quero te explicar quais são as principais causas e fatores predisponentes da hemorroida:

  • obesidade: aumenta a pressão nas veias abdominais, o que pode gerar consequências no plexo;
  • sentar no vaso sanitário por muito tempo: ficar nessa posição estimula a corrente sanguínea a se concentrar na região anal;
  • sedentarismo: a falta de movimentação reduz os estímulos de digestão, afetando o sistema excretor;
  • má alimentação: a falta de nutrientes pode causar problemas intestinais, que vão desde diarréias à criação de excreções muito duras, machucando as paredes internas;
  • gravidez: mulheres grávidas também sofrem com a mesma pressão das veias abdominais causada pela obesidade;
  • histórico familiar: a predisposição genética também é outro fator importante.

Tratamentos caseiros e remédios naturais para hemorróida

Existem algumas táticas para evitar o surgimento das hemorróidas. Entre elas estão:

  • a prática de exercícios físicos facilita a drenagem venosa, melhora a constipação intestinal e a melhorar a pressão dentro do abdômen;
  • EVITE ao máximo o uso de papel higiênico após a evacuação. Ele causa microtraumas locais;
  • evite ficar muito tempo sentado;
  • evite fazer muita força para evacuar. Acredita-se que essa seja a principal razão dos homens serem mais acometidos por essa doença: excesso de força para evacuar 

Caso você comece sentir a dor ou perceba a dilatação das veias, existem algumas alternativas naturais para reduzir esses sintomas. São eles:

1. Consumo de alimentos ricos em fibras

As fibras são compostos vegetais presentes nos grãos, verduras, legumes e frutas que não são digeridos pelo nosso organismo. Ou seja, passam quase intactos pelo sistema digestivo e terminam sendo eliminados pelas fezes, o que facilita a excreção sem machucar o canal anal.

Alguns dos principais alimentos fibrosos são:

  • frutas: principalmente as com casca, como maçã, pêra, uva e pêssego;
  • cereais: aveia, arroz (de preferência o negro e o vermelho), quinoa, entre outros;
  • oleaginosas: castanhas, amendoim e amêndoas;
  • sementes: girassol, gergelim, linhaça, chia, etc;
  • vegetais: principalmente as folhas verde-escuras, como é o caso da couve, espinafre e escarola;
  • leguminosas: grãos como feijão e lentilha.

2. Uma dieta rica em anti-inflamatórios naturais

Considerando que a hemorróida é uma inflamação localizada, o consumo de alimentos com ação anti-inflamatória é uma ótima alternativa para reduzir esses efeitos de forma natural.

Entre eles, você pode acrescentar na sua dieta:

  • chá verde;
  • gengibre;
  • cúrcuma (ou açafrão da terra);
  • chá de camomila;
  • entre outros.

3. Banho de assento 

Uma das técnicas mais utilizadas para combater as dores da hemorróida é o banho de assento. 

Em uma bacia comum, você pode acrescentar alguns fitoterápicos que vão ajudar a amenizar o inchaço e a dor. 

Algumas substâncias naturais que podem ser colocadas na água morna para o banho de assento:

  • calêndula;
  • sal de Epson;
  • óleo de lavanda;
  • aloe vera
  • cassis (groselha negra).

Esta última, inclusive, teve suas propriedades descobertas por meio de estudos feitos em países nórdicos. Natural daquela região, a groselha negra já era usada na Idade Média pela população local, com razões homeopáticas. 

A pesquisa da Scottish Crop Research Institute, na Escócia, mostrou que os altos níveis de flavonoides, substância responsável pela coloração vermelha escura da fruta, apresentam fortes estímulos para a circulação sanguínea.

Ou seja: em inflamações hemorroidárias, essa fruta reduz a dor, o inchaço, sangramento e regenera os vasos para sua dilatação normal.

Os óleos essenciais de tea tree, lavanda, cipestre e camomila também podem ser aplicados, mornos, misturados com óleo de coco e colocados no local para reduzir o inchaço e o processo inflamatório local. 

4. Beba mais água

Uma das consequências que a falta de água provoca no organismo é a má circulação sanguínea. 

Portanto, caso perceba que os sintomas de inflamação na região anal estão aparecendo, aumente a quantidade consumida de água na sua rotina. Tente, ao menos, beber dois litros por dia.

Agora que já conhece tratamentos caseiros para a hemorróida, continue lendo os conteúdos da Jolivi para saber mais sobre medicina natural!

Redação Jolivi

Redação Jolivi

21 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Conteúdos Relacionados