Buscar

Gengibre — Um Remédio Natural Para Combater 7 Problemas de Saúde

gengibre
Maior Menor
Redação Jolivi

Especialista: Redação Jolivi

7 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Você costuma consumir gengibre no seu dia a dia? Não é de hoje que essa raiz faz sucesso entre os remédios naturais.

Os chineses já usavam o gengibre para tratar enjoo e dores de estômago há dois mil anos.

Usada em chás, sucos e facilmente encontrada na feira ou no supermercado, essa raiz é muito mais do que um alimento com sabor forte e característico. Ela é um verdadeiro remédio natural.

Seu nome científico é Zingiber officinale vem sendo utilizado há milênios como planta medicinal.

Além de seu poderoso efeito anti-inflamatório, ele pode também lhe ajudar a emagrecer e a combater diferentes problemas de saúde. Quer ver só?

Veja a seguir 7 benefícios do gengibre para a sua saúde.

1. Artrite

Sofre com dores nas articulações? O gengibre pode ser uma boa alternativa para aliviar os sintomas.

Uma pesquisa publicada na National Library of Medicine (EUA) analisou os efeitos do gengibre na  artrite nos joelhos de alguns voluntários. Ao receberem doses da raiz, os participantes relataram a sensação de melhora da dor durante o tratamento.

Isso acontece por conta das propriedades anti-inflamatórias da planta, que consegue reproduzir os efeitos dos medicamentos não-esteroides, como a aspirina, o ibuprofeno e o paracetamol, que são comumente utilizados no combate a esse problema de saúde.

Em uma dessas pesquisas, cientistas acompanharam 74 voluntários que foram submetidos a 18 tipos de exercícios físicos nada convencionais, como séries de flexão com os cotovelos e acrobacias. O propósito era justamente causar incômodos físicos e inflamações. Depois da ginástica, a proposta era ingerir dois gramas de gengibre, diariamente, durante 11 dias.

Um grupo recebeu a raiz in natura, outro consumiu o gengibre em forma de chá e a terceira turma recebeu um placebo. É claro que ninguém sabia que fazia parte dos que receberam intervenções de mentirinha. 

Os resultados, publicados no The Journal of Pain, são bem interessantes. Ao final do período de testes, os consumidores de gengibre in natura apresentaram 25% menos queixas de dor e aqueles que tomaram o chá, 23%.

Pacientes com artrite dolorosa no joelho tratados com gengibre também apresentaram menores perdas de movimento e redução na dor em relação ao grupo que recebeu placebo, segundo outra pesquisa, publicada no periódico Osteoarthritis Cartilage.

2. Gripes e resfriados

Sabe aqueles sintomas da gripe que fazem o corpo ficar fraco? Eles podem ser amenizados com a ajuda do gengibre.

A coriza, a tosse e o nariz entupido, por exemplo, são beneficiados pelas propriedades expectorantes e anti-histamínicas do tubérculo, que contribuem para a limpeza das mucosas internas e redução do catarro.

Aliás, por conta dessa limpeza interna, a planta é recomendada para problemas respiratórios, como sinusite e até mesmo bronquite. A ação anti-inflamatória é capaz de barrar a contração dos brônquios. Essa mesma capacidade também é a responsável por melhorar a dor de garganta.

3. Diabetes

O gingerol, principal componente da planta, se mostra como um forte aliado para os diabéticos do tipo 2 por conta do controle da glicemia. Essa substância consegue facilitar a absorção da glicose sem o auxílio da insulina. 

Segundo a Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD), essa descoberta foi feita por pesquisadores australianos da Universidade de Sydney, em 2008.

4. Problemas no aparelho digestivo

Ao chegar na Europa, durante o Império Romano, o gengibre também foi comercializado com a finalidade de tratar problemas estomacais. Na época, era comum misturar o rizoma com vinho para tratar de problemas estomacais. Agora o uso do gengibre para tratar o aparelho digestivo ganha respaldo científico

Por exemplo, um estudo publicado em 2014 no Nutrition Journal mostra que mulheres grávidas sentiram alívio nos sintomas de náuseas durante o período da gestação ao consumir o rizoma. 

Seguindo essa linha, também foi comprovado que o gingerol é um forte agente para melhorar a digestão. Uma pesquisa de 2008 divulgada na National Library of Medicine (EUA) aponta que essa substância auxilia pessoas que sofrem com dispepsia, um tipo de indigestão crônica.

Além disso, o rizoma integra a lista de alimentos termogênicos, que além de acelerar o metabolismo, também elevam a temperatura do trato digestivo.

Seu sistema digestivo, quando está frio, está adormecido. Mas, quando está aquecido, está em plena função, desde o momento que você sente o aroma do alimento. Quando o organismo está preparado para receber o alimento, a queimação não acontece.

Tal como a água em temperatura mais alta fica em maior atividade até atingir a ebulição, seu organismo também é mais ativo quando está com a temperatura mais alta. 

As suas funções também são úteis para a etapa final do processo digestivo. Rico em probióticos, o gengibre também consegue evitar infecções alimentares e diarréias, além de equilibrar a flora intestinal.

5. Problemas relacionados à má circulação

Entre as propriedades multifacetadas do gengibre está uma enzima que consegue quebrar a fibrina, proteína responsável pela coagulação do sangue. Por conta disso, o seu consumo na medida certa auxilia na melhora da circulação de sangue pelos vasos sanguíneos.

Assim, a planta pode ser uma grande aliada para o combate de problemas circulatórios mais simples, como varizes e hemorroidas, até situações mais graves como pressão alta, prevenção de AVC e ataque cardíaco.

6. Câncer

Um estudo da UFSCar mostra que substâncias isoladas do gengibre conseguem inibir o crescimento de tumor primário de mama, e também evitar metástases para ossos, pulmão e cérebro.

Isso acontece porque o gingerol é uma substância com atividade específica, ou seja, mata mais células tumorais em comparação às células normais, por um mecanismo de morte celular programada. 

Emagrecimento

O gengibre é um conhecido alimento termogênico. Isto é, ele consegue aumentar a temperatura do seu corpo, favorecendo o aceleramento do metabolismo e a queima de gordura, o que ajuda você na perda de peso

Um estudo realizado nos Estados Unidos mostrou que ele tem ainda mais uma função: a de inibir o apetite! Então além de ajudar no gasto de energia, ele aumentou a saciedade com 10 homens com sobrepeso. Ou seja, favorece o aceleramento do metabolismo e queima das gorduras, o que acaba favorecendo a perda de peso.

Gostou de conhecer as formas como o gengibre pode ajudar na sua saúde? Continue acompanhando a Jolivi para mais dicas de medicina natural!

Redação Jolivi

Especialista: Redação Jolivi

7 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Conteúdos Relacionados