Buscar

Dor nas Costas — Como Saber O Que Está Causando + O Cardápio Ideal para Combater a Dor

dor nas costas
Maior Menor
Redação Jolivi

Redação Jolivi

28 dezembro 2020

Redação Jolivi.

O mapa da dor no Brasil é assustador. Estima-se que um em cada três brasileiros sofram de dores crônicas, aquelas que se estendem por mais de três meses. Então é provável que você que está lendo este texto agora seja uma delas. 

As dores mais relatadas são as dores de cabeça e nas costas. É o que aponta uma pesquisa conduzida pelo IBGE com apoio da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor.

De modo geral, 37% dos entrevistados afirmaram que convivem com um incômodo há pelo menos seis meses consecutivos – o dobro do tempo necessário para que o quadro seja considerado crônico.

Com alto índice de pessoas que sentem dor, a oferta de medicamentos, com ou sem prescrição, é vasta e perigosamente acessível. 

Vários estudos comprovam, no entanto, que qualquer medicamento para a dor deve ser tomado de maneira pontual. 

Depois de um período estendido de uso, ele perde o efeito. Ou, pior, acarreta uma lista extensa de efeitos colaterais.

[Vazou] O Ranking dos 7 Remédios Mais Letais

Tivemos acesso a um ranking que desmascara os 7 remédios mais perigosos que ameaçam a sua saúde. A chance de você ter pelo menos 4 deles na sua gaveta HOJE é muito grande.

Clique aqui e saiba de tudo agora

Tratando sua dor com a Dra. Kelly Lemos

Para Kelly Lemos, fisioterapeuta e terapeuta corporal, se é um erro só prescrever remédios sem incentivar uma reflexão sobre a origem da dor, também é completamente errado só indicar esta busca pela origem sem te ajudar a encontrar as alternativas.

Então comece pensando nisso:

  1. a dor é uma mensagem
  2. há alternativas para a dor além do remédio

Você não precisa aceitar a dor e conviver com ela calado, pois é possível desconstruí-la. Quando temos uma dor crônica, significa que o seu cérebro aprendeu o caminho da dor, o que explica o fato de muitas pessoas continuarem a sentir dor mesmo anos depois de um determinado trauma. 

Mas a boa notícia é que é possível desaprender esse caminho da dor. É possível fazer seu cérebro experimentar novas sensações e aproveitar o alívio.

A especialista da Jolivi trabalha com o Método Feldenkrais que ajuda a melhorar a dor em até 87%. Algumas dicas terapeuta corporal para entender a sua própria dor e começar a mudar sua relação com ela são:

  • usá-la como guia para compreender o que seu corpo está dizendo;
  • mudar a rotina, já que se você faz tudo sempre igual, seu cérebro já sabe que determinados movimentos, horários e ações cotidianas vão ativar aquela dor;
  • experimentar novas posturas com o seu corpo, entendendo como equilibrar seu eixo corporal;
  • observar os hábitos que aumentam a sua dor;
  • entender como está sua respiração, já que a falta de oxigênio aumenta a pressão interna do corpo.

Para chegar nessa clareza, um dos exercícios recomendados é o seguinte:

  1. fique de pé, removendo os sapatos e entrando em contato direto com o chão;
  2. feche os olhos, respire e sinta a planta dos pés;
  3. suba a percepção para a perna, os joelhos, coxa direita e esquerda… Como você fica de pé? Sua pélvis fica mais para frente, mais para trás, para o lado?
  4. suba um pouco mais e observe o tronco, o ombro, os braços e a cabeça… Como está seu eixo corporal?
  5. comece a fazer um movimento pequeno e leve e entenda se tem um lado do corpo para onde você joga seu peso. Em geral, a dor tem relação com a forma como você equilibra esse peso.

Kelly Lemos fez uma parceria com a Jolivi para criar o programa Apague a Sua Dor. Trata-se de um guia para eliminar a dor crônica, com movimentos simples que podem ser incorporados ao seu dia-a-dia, além de conhecer um combo de alimentos e suplementos anti-inflamatórios e regeneradores de cartilagens e ossos. Para ter acesso, basta ingressar no clube de assinatura.

Como a alimentação está relacionada à dor nas costas?

Uma pesquisa desenvolvida pela Rensselaer Polytechnic Institute, com parceria da Icahn School of Medicine, mostra que a sua dieta pode estar, sim, diretamente ligada ao surgimento da dor nas costas. 

De acordo com os pesquisadores, a falta de nutrientes combinada a uma rotina de alimentos processados, ultraprocessados e açúcar contribuem para a dor crônica 

O cardápio ideal para combater a dor nas costas

Se a alimentação pode causar o surgimento de problemas na sua coluna, ela também é capaz de reduzir a intensidade das suas dores, certo? Então, a Jolivi preparou um cardápio com dicas de alimentação que precisam fazer parte da sua dieta para que você possa melhorar sua qualidade de vida.

Confira!

Dor na coluna e nas articulações? Cuidado...

Se você toma anti-inflamatórios ou está considerando fazer uma cirurgia por causa da sua dor, experimente antes esta técnica comprovada e que não coloca seu corpo em risco.

Clique aqui para conhecer esta técnica

1. Faça algumas substituições

Além dos alimentos ultraprocessados, existem no  nosso dia a dia que não fazem muito bem quando consumidos em excesso. É o caso do açúcar refinado, do leite de vaca e do glúten. O ideal é removê-los ao máximo da sua dieta, fazendo substituições que trazem resultados similares na composição do prato, mas sem esses malefícios.

Algumas sugestões são:

  • troque a farinha de trigo por farinha de arroz, mandioca ou aveia, fécula de batata, amido de milho e polvilho;
  • substitua o leite de vaca por leite de amendoim, amêndoas, arroz, aveia, inhame, entre outros;
  • troque o queijo por tofu, queijo de inhame, batata, etc;
  • evite açúcar refinado e passe a consumir o açúcar de coco ou demerara.

2. Hábitos alimentares alinhados

Segundo o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda-se que sejam consumidos, por dia:

  • ao menos 400g de legumes, verduras e frutas;
  • no máximo 25g de açúcar;
  • menos de 5g de sal.

Além disso, ao montar o prato, o ideal é fazer a seguinte divisão:

  • carboidratos (arroz, quinoa, batatas e mandioca);
  • proteínas (carnes, ovos, lentilha, feijão e grão-de-bico);
  • verduras (brócolis e folhas, principalmente as verde-escuras);
  • legumes (cenoura, abobrinha, berinjela, etc).

3. Anti-inflamatórios naturais

Quando se trata de aliviar a dor nas costas, é muito importante ter o hábito de consumir alimentos anti-inflamatórios. Afinal, eles vão auxiliar no desinchaço de músculos, articulações e cartilagens que estejam causando algum tipo de desconforto. Os principais deles são

  • abacate;
  • frutas vermelhas;
  • folhas verde-escuras;
  • gengibre;
  • alho;
  • cúrcuma;
  • chia;
  • camomila;
  • chá verde, entre outros

Gostou dessas dicas para dor nas costas? Conheça as assinaturas da Jolivi para entrar em contato com conteúdos produzidos por especialistas para melhorar sua saúde!

A solução para derreter sua gordura e outras 97 curas naturais

Receba GRATUITAMENTE o livro que vem mudando tudo o que se sabe a respeito das curas naturais. Basta passar um endereço válido no país para ter na estante da sua casa soluções eficazes e livres de efeitos colaterais para perda de peso, hipertensão, Diabetes, artrite e dezenas de outros problemas de saúde.

Reserve aqui seu exemplar gratuito
Redação Jolivi

Redação Jolivi

28 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Conteúdos Relacionados