Dor nas Costas — Como Saber O Que Está Causando + O Cardápio Ideal para Combater a Dor

dor nas costas
Maior Menor
Redação Jolivi

Redação Jolivi

28 dezembro 2020

Redação Jolivi.

O mapa da dor no Brasil é assustador. Estima-se que um em cada três brasileiros sofram de dores crônicas, aquelas que se estendem por mais de três meses. Então é provável que você que está lendo este texto agora seja uma delas. 

As dores mais relatadas são as dores de cabeça e nas costas. É o que aponta uma pesquisa conduzida pelo IBGE com apoio da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor.

De modo geral, 37% dos entrevistados afirmaram que convivem com um incômodo há pelo menos seis meses consecutivos – o dobro do tempo necessário para que o quadro seja considerado crônico.

Com alto índice de pessoas que sentem dor, a oferta de medicamentos, com ou sem prescrição, é vasta e perigosamente acessível. 

Vários estudos comprovam, no entanto, que qualquer medicamento para a dor deve ser tomado de maneira pontual. 

Depois de um período estendido de uso, ele perde o efeito. Ou, pior, acarreta uma lista extensa de efeitos colaterais.

[Vazou] O Ranking dos 7 Remédios Mais Letais

Tivemos acesso a um ranking que desmascara os 7 remédios mais perigosos que ameaçam a sua saúde. A chance de você ter pelo menos 4 deles na sua gaveta HOJE é muito grande.

Clique aqui e saiba de tudo agora

Tratando sua dor com a Dra. Kelly Lemos

Para Kelly Lemos, fisioterapeuta e terapeuta corporal, se é um erro só prescrever remédios sem incentivar uma reflexão sobre a origem da dor, também é completamente errado só indicar esta busca pela origem sem te ajudar a encontrar as alternativas.

Então comece pensando nisso:

  1. a dor é uma mensagem
  2. há alternativas para a dor além do remédio

Você não precisa aceitar a dor e conviver com ela calado, pois é possível desconstruí-la. Quando temos uma dor crônica, significa que o seu cérebro aprendeu o caminho da dor, o que explica o fato de muitas pessoas continuarem a sentir dor mesmo anos depois de um determinado trauma. 

Mas a boa notícia é que é possível desaprender esse caminho da dor. É possível fazer seu cérebro experimentar novas sensações e aproveitar o alívio.

A especialista da Jolivi trabalha com o Método Feldenkrais que ajuda a melhorar a dor em até 87%. Algumas dicas terapeuta corporal para entender a sua própria dor e começar a mudar sua relação com ela são:

  • usá-la como guia para compreender o que seu corpo está dizendo;
  • mudar a rotina, já que se você faz tudo sempre igual, seu cérebro já sabe que determinados movimentos, horários e ações cotidianas vão ativar aquela dor;
  • experimentar novas posturas com o seu corpo, entendendo como equilibrar seu eixo corporal;
  • observar os hábitos que aumentam a sua dor;
  • entender como está sua respiração, já que a falta de oxigênio aumenta a pressão interna do corpo.

Para chegar nessa clareza, um dos exercícios recomendados é o seguinte:

  1. fique de pé, removendo os sapatos e entrando em contato direto com o chão;
  2. feche os olhos, respire e sinta a planta dos pés;
  3. suba a percepção para a perna, os joelhos, coxa direita e esquerda… Como você fica de pé? Sua pélvis fica mais para frente, mais para trás, para o lado?
  4. suba um pouco mais e observe o tronco, o ombro, os braços e a cabeça… Como está seu eixo corporal?
  5. comece a fazer um movimento pequeno e leve e entenda se tem um lado do corpo para onde você joga seu peso. Em geral, a dor tem relação com a forma como você equilibra esse peso.

Kelly Lemos fez uma parceria com a Jolivi para criar o programa Apague a Sua Dor. Trata-se de um guia para eliminar a dor crônica, com movimentos simples que podem ser incorporados ao seu dia-a-dia, além de conhecer um combo de alimentos e suplementos anti-inflamatórios e regeneradores de cartilagens e ossos. Para ter acesso, basta ingressar no clube de assinatura.

Como a alimentação está relacionada à dor nas costas?

Uma pesquisa desenvolvida pela Rensselaer Polytechnic Institute, com parceria da Icahn School of Medicine, mostra que a sua dieta pode estar, sim, diretamente ligada ao surgimento da dor nas costas. 

De acordo com os pesquisadores, a falta de nutrientes combinada a uma rotina de alimentos processados, ultraprocessados e açúcar contribuem para a dor crônica 

O cardápio ideal para combater a dor nas costas

Se a alimentação pode causar o surgimento de problemas na sua coluna, ela também é capaz de reduzir a intensidade das suas dores, certo? Então, a Jolivi preparou um cardápio com dicas de alimentação que precisam fazer parte da sua dieta para que você possa melhorar sua qualidade de vida.

Confira!

1. Faça algumas substituições

Além dos alimentos ultraprocessados, existem no  nosso dia a dia que não fazem muito bem quando consumidos em excesso. É o caso do açúcar refinado, do leite de vaca e do glúten. O ideal é removê-los ao máximo da sua dieta, fazendo substituições que trazem resultados similares na composição do prato, mas sem esses malefícios.

Algumas sugestões são:

  • troque a farinha de trigo por farinha de arroz, mandioca ou aveia, fécula de batata, amido de milho e polvilho;
  • substitua o leite de vaca por leite de amendoim, amêndoas, arroz, aveia, inhame, entre outros;
  • troque o queijo por tofu, queijo de inhame, batata, etc;
  • evite açúcar refinado e passe a consumir o açúcar de coco ou demerara.

2. Hábitos alimentares alinhados

Segundo o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda-se que sejam consumidos, por dia:

  • ao menos 400g de legumes, verduras e frutas;
  • no máximo 25g de açúcar;
  • menos de 5g de sal.

Além disso, ao montar o prato, o ideal é fazer a seguinte divisão:

  • carboidratos (arroz, quinoa, batatas e mandioca);
  • proteínas (carnes, ovos, lentilha, feijão e grão-de-bico);
  • verduras (brócolis e folhas, principalmente as verde-escuras);
  • legumes (cenoura, abobrinha, berinjela, etc).

3. Anti-inflamatórios naturais

Quando se trata de aliviar a dor nas costas, é muito importante ter o hábito de consumir alimentos anti-inflamatórios. Afinal, eles vão auxiliar no desinchaço de músculos, articulações e cartilagens que estejam causando algum tipo de desconforto. Os principais deles são

  • abacate;
  • frutas vermelhas;
  • folhas verde-escuras;
  • gengibre;
  • alho;
  • cúrcuma;
  • chia;
  • camomila;
  • chá verde, entre outros

Gostou dessas dicas para dor nas costas? Conheça as assinaturas da Jolivi para entrar em contato com conteúdos produzidos por especialistas para melhorar sua saúde!

Redação Jolivi

Redação Jolivi

28 dezembro 2020

Redação Jolivi.

Conteúdos Relacionados