Buscar

Dia Mundial da Atividade Física: o exercício em prol de corpo e mente saudáveis

Maior Menor
Marcello Sapio

Marcello Sapio

6 abril 2021

Redator

Desde os tempos antigos, os esportes e as atividades físicas já tinham um papel fundamental na sociedade; descubra como se exercitar para recuperar a saúde hoje

Neste dia 6 de abril, celebra-se o Dia Mundial da Atividade Física. Em tempos de pandemia, o sedentarismo, causa das doenças mais comuns da atualidade, foi agravado porque o mundo precisou se recolher dentro de casa.

Porém, é possível levantar do sofá e se movimentar com objetos comuns ao dia a dia, como uma cadeira. Por isso, o time da JOLIVI reuniu dicas simples e práticas para usar o Dia Mundial da Atividade Física como marco para uma vida mais ativa — e saudável.

Todos os profissionais da JOLIVI concordam: as atividades físicas são responsáveis  por melhores noites de sono, até o aumento do metabolismo. Além disso, outros estudos comprovam a eficácia das práticas na prevenção e combate a doenças, como a depressão e até mesmo o coronavírus.

O Dia Mundial da Atividade Física

Mesmo que ela esteja intrínseca à história da humanidade, foram os gregos que levaram as atividades a outro patamar, com a Olimpíadas.

Apesar de não existir um consenso em relação à data da primeira edição, muito se fala que fora realizada no ano de 776 a.C, na cidade-estado de Olímpia, como uma forma de homenagear os deuses Hera, deusa da fertilidade e rainha do Olimpo, e Zeus, deus dos deuses.

Praticamente 2.800 anos depois, com todo o avanço e conhecimento sobre o funcionamento do corpo, sabe-se da importância das atividades físicas para uma melhor qualidade de vida, podendo ser tanto uma espécie de prevenção, quanto de tratamento.

O movimento contra a depressão

Um estudo publicado pelo The American Journal of Psychiatry, em 2018, mostrou a eficácia dos exercícios físicos contra a “doença do século”. Para tal, os pesquisadores analisaram 49 estudos e artigos científicos, totalizando os dados de mais de 265 mil pessoas em 20 países diferentes — incluindo o Brasil.

Neste estudo de 2018, mostrou-se que a regularidade das atividades físicas ajudam a controlar os sintomas da depressão, por conta da liberação de hormônios como endorfina, adrenalina e a ocitocina. Mas também conseguiram evidenciar que os exercícios também podem ser usados como prevenção à doença. Ou seja, pessoas que praticam as atividades regularmente têm menos chances de desenvolver a depressão.

O órgão oculto que controla as suas emoções

Para combater a depressão e a ansiedade, é preciso regular o órgão chamado de "cérebro oculto", o verdadeiro maestro das suas emoções.

Veja aqui como é simples

Exercícios físicos e covid-19

Outro ponto importante a ser ressaltado é a relação das atividades físicas com o coronavírus. Ainda não se sabe com plena certeza o que faz com que o vírus seja letal para muitas pessoas e assintomático para outras, mas um ponto é certo: os exercícios físicos são grandes aliados.

Um estudo publicado pelo periódico Brain, Behavior, and Immunity, em julho de 2020, evidenciou que pessoas em estado de sedentarismo, ou seja, com falta de atividades físicas, têm 32% mais riscos de serem hospitalizadas, caso contraiam a covid-19.

Isso se dá porque, durante uma atividade física, o corpo precisa bombear mais sangue para o corpo, o que gera um aumento da capacidade pulmonar. Por isso, os pulmões ficam mais resistentes e aptos para fazerem mais esforço, quando necessário — como acontece em casos de infecção pela doença.

Movimente-se em casa

Justamente por conta da pandemia, muitas cidades estão com academias, centros de ginástica e até as academias a céu aberto fechadas, com o objetivo de evitar a proliferação do vírus. Então, uma alternativa para não ficar parado são os exercícios feitos em casa.

Seja com uma cadeira, seja com um saco de arroz, seja um leve subir de escadas, os movimentos podem ser fundamentais para que o preparo físico não seja perdido. O Dr. Carlos Schlischka, médico da JOLIVI, recomendou dois tipos de exercícios que podem ser feitos em casa usando apenas o peso do corpo e alguns móveis. Confira:

Levantar e sentar na cadeira

A atividade física também pode ser feita em casa

  • Coloque um pequeno travesseiro na parte de trás da cadeira e a cadeira encostada de encontro a uma parede. Com os joelhos dobrados, os pés no chão e ligeiramente separados, sente-se na cadeira até recostar no travesseiro, numa posição semi-reclinada com seus braços cruzados e as mãos nos ombros.
  • Mantenha suas costas e ombros retos, até se sentar, procurando manter a coluna numa posição bem reta.
  • Levante-se lentamente, procurando não usar as mãos como apoio, ou usá-las o menos possível.
  • Volte a se sentar lentamente, repetindo os movimentos.
  • Repita 8 a 12 movimentos completos descanse.

Total: 6 a 10 séries com 8 a 12 movimentos cada.

Quando sentir que o exercício está fácil, procure se levantar da cadeira rapidamente e, se possível, sem apoiar. Depois, sente-se novamente num ritmo normal.

Subir e descer escadas

A atividade física em casa também virou uma alternativa em tempos de pandemia

  • Segure no corrimão para manter o equilíbrio, se necessário.
  • Subir e descer pelo menos 10 degraus, em um ritmo no qual se sinta confortável.
  • Pare no topo somente se precisar fazê-lo. Descanse quando você chegar embaixo.

Total: 6 a 8 séries de pelo menos 10 degraus, subida e descida.

Quando estiver bem treinado e confortável, suba as escadas o mais rápido possível, voltando para baixo no seu ritmo normal.

Referências:

HAMER, Mark. Lifestyle risk factors, inflammatory mechanisms, and COVID-19 hospitalization: A community-based cohort study of 387,109 adults in UK,Brain, Behavior, and Immunity, Volume 87, 2020, Pages 184-187, ISSN 0889-1591, https://doi.org/10.1016/j.bbi.2020.05.059.

SIMON, Gregory. Should Psychiatrists Write the Exercise Prescription for Depression? – The American Journal of Psychiatry, jan 2018. https://doi.org/10.1176/appi.ajp.2017.17090990

Apague o estresse e a ansiedade em 5 minutos

A técnica prática e rápida de meditação que QUALQUER pessoa pode fazer em casa - até mesmo quem nunca meditou.

QUERO MEDITAR HOJE
Marcello Sapio

Marcello Sapio

6 abril 2021

Redator

Conteúdos Relacionados