Covid-19: pesquisa aponta que doença é vascular e não respiratória

Maior Menor
Pedro Bezerra Souza

Pedro Bezerra Souza

6 maio 2021

Editor

Especialistas da JOLIVI comentam o estudo publicado no jornal científico Circulation Research, que aponta que a proteína spike da Covid-19 ajuda a danificar células vasculares

Um grupo de pesquisadores publicou, no último dia 30 de abril, no jornal científico Circulation Research, que a Covid-19 é uma doença vascular.

A dúvida agora é se a descoberta pode mudar a forma como a doença é tratada e se as orientações das autoridades para a prevenção se mantêm as mesmas, uma vez que o coronavírus tem sido investigado desde os primeiros casos como uma doença respiratória.

No texto da pesquisa, os cientistas destacaram que a proteína spike do vírus da Covid-19 ajuda a danificar células endoteliais vasculares, o que causaria a inflamação nos vasos e tem, como uma das consequências, a trombose. A novidade abre um leque de novas investigações relativas ao vírus, que já matou mais de 410 mil brasileiros desde março de 2020.

Dr. Wilson Rondó Jr e sua relação com doenças vasculares

 

O nutrólogo e cirurgião vascular, Dr. Wilson Rondó Jr., também é especialista da JOLIVI. Em um vídeo, ele destrincha os dados trazidos pela pesquisa. O médico também afirma que a reclassificação pode explicar consequências trazidas pela doença ao organismo e como prevenir as manifestações mais graves da doença com as alternativas naturais que ele indica em seus programas na JOLIVI, como o Diabetes Zero. Confira:

Estudos anteriores já haviam mostrado um mecanismo parecido em células expostas ao Sars-CoV-2 – denominação científica à Covid-19 -, mas a nova pesquisa é a primeira a se focar na ação isolada da proteína spike. 

Testei positivo, e agora?

 

O médico da JOLIVI, Dr. Carlos Schlischka, enfatiza que, apesar dos novos dados, a Covid-19 ainda é, primariamente, uma doença respiratória. 

“Isso porque em mais de 90% dos casos, é a forma como o vírus penetra no organismo”, diz o médico.

Apesar da vacinação avançar em todo o mundo, os números ainda são assustadores. É preciso se cuidar, manter o distanciamento social, usar máscaras e álcool em gel. O Dr. Carlos Schlischka afirma que quando um paciente é testado positivo com a Covid-19, a primeira coisa a se fazer é fazer uma tomografia de pulmão.

“Com esse exame, eu já consigo dosar o grau de inflamação que está acontecendo. Assim, o médico pode avaliar se é necessário entrar precocemente com o tratamento com anticoagulantes”, pontua o médico.

Outra dica de saúde trazida pelo especialista da JOLIVI é comprar um oxímetro. “Se você acha que está com o coronavírus, precisa se testar, fazer a tomografia e usar o oxímetro. O aparelho vai ajudar a medir sua oxigenação. Se o nível ficar abaixo de 94 ou 93, é sinal que a doença está se agravando”, finaliza. 

Referência:

Circulation Research. 2021;128:1323–1326

Pedro Bezerra Souza

Pedro Bezerra Souza

6 maio 2021

Editor

Conteúdos Relacionados