Buscar

Como Tratar a Psoríase na Terceira Idade?

psoríase
Maior Menor
Redação Jolivi

Redação Jolivi

26 fevereiro 2021

Redação Jolivi.

Se você acha que a única mudança dermatológica pela qual vai passar na terceira idade é o surgimento de rugas, é melhor se preparar: a psoríase é uma doença bastante comum, que apresenta alguns picos de incidência entre os 50 e 60 anos.

Já viu aquelas lesões de pele ressecadas e avermelhadas, que aparecem, principalmente, em cotovelos e joelhos? Se elas apareceram no seu corpo, pode haver indício do desenvolvimento dessa patologia crônica e autoimune.

Essas descamações são resultado de vários fatores — geralmente a combinação de baixa imunidade, genética, maus hábitos de autocuidado e até mesmo estresse. 

Isso mesmo! Alguns quadros altamente estressantes — sejam físicos ou psicológicos — são capazes de desencadear o surgimento da inflamação quando já há outros fatores favoráveis a que isso aconteça.

Ou seja: caso algum familiar apresente esse tipo de problema, é importante se cuidar para evitar que essa predisposição se torne, de fato, uma doença. 

Principalmente porque esta enfermidade inflamatória também pode vir acompanhada de outras patologias que acometem os pacientes nessa idade, como diabetes. Então, atenção redobrada, ein!

Quer saber como tratar a psoríase na terceira idade e reduzir as inflamações na sua pele? Veja só algumas dicas naturais para aliviar os sintomas!

Como acontece a psoríase?

Essa doença crônica e autoimune tem diversas causas e, geralmente, ocorre por uma combinação de várias delas. A predisposição genética está presente em cerca de 30% dos casos, mas ela está sempre associada a outros agentes.

Por exemplo: você sabia que pessoas que moram em lugares muito frios têm maiores chances de desenvolver a inflamação na pele? Isso porque o contato constante com as baixas temperaturas tende a interferir na superfície cutânea. 

Na terceira idade, ela ocorre principalmente por conta do estresse e baixa imunidade, como estresse e baixa imunidade.

Mas, então, como acontece a psoríase? 

Quando há um descontrole na produção e renovação das células da pele, as chamadas queratinócitos, pode ocorrer a alta proliferação de queratina no corpo, principalmente em áreas que sofrem com bastante atrito, como cotovelos, joelhos, couro cabeludo, virilhas, etc.

Mas é preciso considerar que nem sempre a doença aparece apenas superficialmente. Esta condição pode se reproduzir para o interior do corpo, causando a chamada artrite psoriática.

Apesar disso, é, em geral, benigna. O que acontece é que há períodos em que o quadro apresenta uma melhora, mas em outros o tratamento é mais complicado.

Como tratar a psoríase na terceira idade?

Um tratamento constante é capaz de deixar a condição em remissão por um longo período. 

Aliás, o uso de técnicas naturais é recomendado até mesmo para quem não desenvolveu a doença, mas tem predisposição genética, sabia? É sempre importante se prevenir! 

Então, veja só algumas dicas de tratamentos:

O que evitar na alimentação?

Você sabia que muitas coisas que consumimos pioram os quadros de inflamação? Portanto, é essencial cortar da dieta os alimentos chamados pró-inflamatórios.

São eles:

  • glúten;
  • açúcares;
  • embutidos;
  • gorduras saturadas;
  • leite e derivados;
  • bebidas alcoólicas.

Além disso, evite a cafeína em excesso.

O que aumentar na alimentação?

Aqui, é importante fazer o contrário do ponto anterior. Coloque em sua dieta mais alimentos anti-inflamatórios para que essas substâncias ajudem a reduzir, a longo prazo, os efeitos dessa patologia crônica.

Diariamente, aumente o consumo de vegetais crucíferos, como é o caso do repolho, couve e brócolis. Eles possuem, além disso, indol-3-carbinol, que é um forte agente antiproliferação.

Outro tipo de vegetal que deve estar no seu prato é a cenoura. O betacaroteno é essencial para a absorção da vitamina A, que é muito importante para o bom desenvolvimento das células de pele.

Além disso, considere receitas com gengibre e cúrcuma — alimentos usados há milênios na medicina natural.

3. Climatoterapia

Lembra que já mencionamos que as temperaturas frias são agentes que aumentam a probabilidade de desenvolver psoríase? Pois é! 

Mas outro fator climático que também influencia é o tempo seco. Então, a climatoterapia traz grandes benefícios para a pele. 

Dessa forma, além do sol e de climas úmidos, algo que auxilia no tratamento é o banho de mar. 

É isso mesmo que você leu! Os sais minerais presentes na água, como iodo e sódio, são essenciais para a cicatrização de lesões na pele. É como se fosse uma salmoura natural.

4. Relaxamento

Você já deve ter percebido que o tratamento vai na direção contrária dos fatores de desencadeamento, certo? Então olha só mais uma técnica!

Para evitar o estresse físico e psicológico, o relaxamento é mais do que necessário. Busque praticar exercícios de forma consciente, fazer ioga ou até mesmo acupuntura.

Agora que já sabe como tratar psoríase na terceira idade, continue lendo o blog da Jolivi para mais dicas!

A solução para derreter sua gordura e outras 97 curas naturais

Receba GRATUITAMENTE o livro que vem mudando tudo o que se sabe a respeito das curas naturais. Basta passar um endereço válido no país para ter na estante da sua casa soluções eficazes e livres de efeitos colaterais para perda de peso, hipertensão, Diabetes, artrite e dezenas de outros problemas de saúde.

Reserve aqui seu exemplar gratuito
Redação Jolivi

Redação Jolivi

26 fevereiro 2021

Redação Jolivi.

Conteúdos Relacionados