Buscar

ESTÁ EM QUARENTENA? A JOLIVI LIBEROU ACESSO GRATUITO À BIBLIOTECA DA SAÚDE NATURAL

Como aliviar os sintomas da menopausa naturalmente?

menopausa
Maior Menor
Denise de Carvalho

Especialista: Denise de Carvalho

Médica e Especialista em Gastroenterologia

CRM: 14.558/SP

9 junho 2020

Médica e Especialista em Gastroenterologia formada na PUC de Campinas em 1998, com especialização em Gastroenterologia pelo hospital Clínic de Barcelona, Cirurgia e Endoscopia Digestiva pela USP. Atua com Medicina Baseada na Individualidade, com olhar sobre o paciente (mente e corpo) e não somente na doença. Também é idealizadora do COINEMA - 1º Congresso Internacional de Emagrecimento On-line.

Seja pelos seus sintomas nada agradáveis ou pela carga emocional, a menopausa ainda é um grande tabu na sociedade do século XXI.

O fato de o teu período reprodutivo ter acabado não coloca em sua frente um limite intransponível, te dizendo, o tempo todo, que você não tem mais idade para fazer certas coisas. Pelo contrário, é possível viver no envelhecimento e continuar produtiva, ativa, interessante e bonita. Você vai continuar a ser você mesma.

Quero te ajudar a compreender que o preconceito com a menopausa pode te impedir de viver grandes momentos. Eu batalho para que você se desfaça dessas amarras.

Então, leitora, encare essa fase como a sua libertação. Como a grande chance de viver mais e melhor, fazendo com que o seu corpo corresponda à carga de maturidade que você conquistou.

Você vai menopausar, sim. É biológico. Mas não precisa sofrer.

 

Conteúdos relacionados

 

O que é menopausa? Quais são os sintomas?

Lá no início da adolescência, você ficou menstruada pela primeira vez. Esse evento biológico recebe o nome de menarca. Desde então, todos os meses, você vivenciou oscilações hormonais, sentiu desconfortos físicos, cólicas, variações de humor, inchaços. Gastou dinheiro com absorventes, pílulas anticoncepcionais, preservativos e remédios analgésicos.

A partir dos 35 anos – em realidade, essa idade pode variar bastante –, geralmente, os primeiros sintomas começaram a surgir. Os calorões, a dificuldade de concentração, as alterações de sono e a falta de qualidade dele.

Esse momento é denominado climatério. E, então, as menstruações começam a diminuir o seu fluxo, a não aparecerem em determinados meses… e a última menstruação recebe o nome de menopausa.

[VÍDEO] Emagrecer facilmente como aos 20 anos… depois dos 40?

Neste vídeo, a Dra. Denise de Carvalho ensina a derreter 8, 10 ou 20 quilos facilmente, em qualquer idade.

O segredo? Despertar o Hormônio Acelerador de MetabolismoAssista clicando aqui.

O conjunto de sintomas consequentes das tuas últimas menstruações são frutos da deficiência de um hormônio importante, que tem sua produção aumentada na segunda metade dos ciclos menstruais: a progesterona.

Sim, é a falta da progesterona que causa a sintomatologia da menopausa e que acaba prejudicando a produção de outros hormônios como o cortisol e a testosterona. E, de pouquinho em pouquinho, a libido desaparece, a energia sucumbe, as rugas aparecem, o cansaço domina.

Menopausa e as doenças crônicas

É preciso ficar atento à menopausa porque ela te deixa mais predisposta às doenças crônicas.

Alguns exames como de pressão arterial, colesterol e glicemia podem se alterar e, se não receberem os cuidados necessários, segundo levantamento da Pesquisa Nacional de Saúde Pública (PNS), podem te trazer estes diagnósticos:

uma mulher branca sentindo calor com uma leque na mão

A menopausa dá abertura para surgimento de doenças crônicas

Por que, então, nesta fase da vida, você está no alvo delas?

Com as oscilações hormonais provocadas pela falta de progesterona, o teu organismo diminui o arsenal de defesa antiestresse. Ou seja, o corpo usufrui de menos formas de adaptação ao estresse, abrindo as portas para a pressão subir, o diabetes aparecer e os quilos extrapolarem.

Para melhorar, a combinação de três ações práticas e naturais vai diminuir consideravelmente o potencial de as doenças crônicas aparecerem e do teu organismo ser um poço de inflamação.

São elas:

  • A realização de atividade física
  • A mudança na alimentação
  • A melhora na qualidade do sono

Como reduzir os calores da menopausa naturalmente?

Os calores da menopausa chegam de repente e te dão a sensação de que você está pegando fogo. Podem aparecer nos momentos menos propícios ou ainda durante madrugada, prejudicando ainda mais a qualidade do teu sono.

Os fogachos, conhecidos popularmente como calorões, acontecem devido à uma secreção errática de óxido nítrico no teu organismo.

Portanto, a minha recomendação é que você consuma alimentos que provoquem secreções mais saudáveis dessa substância, como:

  • A beterraba– sempre cozidas para retirar os antinutrientes e em forma de saladas ou mesmo em sucos.
  • A amora – pode ser o consumo da fruta ou um chá com as folhas dela.
  • A pitaia – que é rica em flavonoides e ajudam a minimizar os calores.
uma montagem com amora, pitaia e beterraba

Amora, beterraba e pitaia são alimentos que podem ajudar a aliviar os fogachos naturalmente!

Os alimentos que ajudam a recuperar a estabilidade emocional

Outro efeito resultante da queda da produção de progesterona é variabilidade emocional. Isso justifica aquela sensação de TPM constante, os momentos de tristeza e irritação e a falta de ânimo até mesmo para as tarefas mais simples.

Vale lembrar que os hormônios envolvidos nesse mecanismo têm como base o colesterol. Então, consuma alimentos que forneçam uma quantidade ideal dessa substância para manter a produção ativa.

Meus preferidos são óleo de coco, abacate, óleo de abacate, óleo de linhaça, azeite de oliva, gema de ovo e castanhas.

Alternativas naturais para aumentar a lubrificação vaginal

A falta de lubrificação pode deixar o ato sexual mais dificultoso e dolorido. Para esse momento, recomendo que você use:

  • Pomadas naturais;
  • Óleos ozonizados;
  • Óleo de coco (pode ser, sim, o sem cheiro), que ainda previne infecções vaginais de repetição, melhorando o pH da sua região íntima.

Você gostou das minhas dicas sobre a menopausa? É importante que esteja preparada e bem informada para cuidar da saúde e eu estarei sempre aqui para te guiar.

Compartilhe e comente aqui embaixo se esse conteúdo te ajudou de alguma forma.

A Pílula do Rejuvenescimento Celular

Estudos comprovam: é possível, sim, reverter o envelhecimento em cada célula do seu corpo com esta Pílula do Rejuvenescimento Celular.

Basta uma dose por dia para conquistar coração, cérebro e energia renovados. Se você tem mais de 50, garanta sua Pílula hoje.

Denise de Carvalho

Especialista: Denise de Carvalho

Médica e Especialista em Gastroenterologia

CRM: 14.558/SP

9 junho 2020

Médica e Especialista em Gastroenterologia formada na PUC de Campinas em 1998, com especialização em Gastroenterologia pelo hospital Clínic de Barcelona, Cirurgia e Endoscopia Digestiva pela USP. Atua com Medicina Baseada na Individualidade, com olhar sobre o paciente (mente e corpo) e não somente na doença. Também é idealizadora do COINEMA - 1º Congresso Internacional de Emagrecimento On-line.

Conteúdos Relacionados