Buscar

Cerveja faz bem: conheça 6 benefícios comprovados para saúde

Maior Menor
Dr. Wilson Rondó

Especialista: Dr. Wilson Rondó

Médico Cirurgião Vascular e Nutrólogo

CRM: CRM 47078/SP

13 janeiro 2020

Dr. Wilson Rondó é médico formado em cirurgia vascular e especialista em nutrologia. Em seus 33 anos de profissão, já atendeu 20 mil pessoas. Percorreu diversos países pioneiros na visão integrativa do paciente, como França, Alemanha e Estados Unidos, em busca de respostas para o diabetes e a obesidade.

Eu desconheço algo que seja mais saboroso do que uma cerveja estupidamente gelada naqueles dias quentes de verão. Não há melhor, nada!

Mas experimente abrir a bebida para você ver o que acontece… vai aparecer gente dos quatro cantos do mundo para te passar um sermão sobre os supostos males provocados pelo álcool e da cerveja em particular.

Eu estou aqui para te dizer que eles não sabem nada e que a ciência mostra que você não tem nada para se culpar. Porque, na verdade, a cerveja faz bem para a saúde e é considerada uma “comida” saudável.

Sim! Você leu certo: a cerveja é praticamente uma refeição em si e bem saudável, inclusive.

A cerveja é uma daquelas bebidas que podem apoiar a sua saúde mais do que qualquer outra, mas ela te exige uma condição inegociável: a dosagem. Se você ultrapassa uma dose por dia, o efeito positivo se perde.

Porém, se você tem maturidade para assumir este compromisso, cerveja faz bem para sua saúde e seu organismo pode ser beneficiado por 6 características da cevada.

Então, deixe-me compartilhar com você…

6 benefícios comprovados da cerveja

Saúde do coração: corta em ⅓ o seu risco cardíaco

A cerveja faz bem e, talvez, seja a melhor bebida alcoólica para o coração.

Uma única cerveja por dia pode cortar o seu risco de doença cardíaca em quase um terço, de acordo com as pesquisas.

Dentro de duas horas após o primeiro gole, as artérias relaxam e, consequentemente, reduz a dureza no seu “encanamento” e ajuda a assegurar que o sangue flua do seu coração, assim como a cerveja de um barril recentemente aberto.

Copo de cerveja com o coração desenhado na espuma sobre fundo amarelo

A cerveja é uma das melhores bebidas alcoólicas para o coração

Perda de peso: afina a cintura e previne o diabetes

Barriga de chope? Isso não existe! Na verdade, a cerveja pode de fato ajudá-lo a encolher a sua cintura.

Um grande estudo realizado na Espanha descobriu que os bebedores de cerveja têm níveis mais baixos de gordura corporal e são menos propensos a ganhar peso do que as pessoas que não bebem.

E, se isso não for o suficiente, os cervejeiros têm menos probabilidade de se tornarem diabéticos também.

A chave aqui é você se certificar de que está combinando a sua cerveja com linguiça e queijo de boa qualidade e não com bolachas, salgadinhos e pretzels – pois são os carboidratos vazios destes lanchinhos que levam você a ganhar peso e não as calorias da cerveja.

[VÍDEO] Emagrecer facilmente como aos 20 anos… depois dos 40?


Neste vídeo, a Dra. Denise de Carvalho ensina a derreter 8, 10 ou 20 quilos facilmente, em qualquer idade.

O segredo? Despertar o Hormônio Acelerador de Metabolismo. Assista clicando aqui.

Proteção óssea: constrói ossos e te deixa mais resistente

Troque aquele bigode de leite por um feito da espuma de uma boa cerveja, pois ela é realmente o melhor construtor de ossos que existe por aí.

A cerveja é rica em silício dietético e é dessa substância que o seu corpo precisa para construir novos ossos.

Cervejas cheias de lúpulo, como as ales pálidas irlandesas, têm 41,2mg por litro, enquanto que as ales pálidas têm 36,5 mg/L, as ales têm 32,8 mg/L e o chope tem uma média de 23,7 mg/L.

Quando você considera que a maioria das pessoas ingere menos que 20mg de silício por dia, você pode ver como o
hábito de tomar cerveja pode dobrar ou até triplicar o seu nível deste elemento essencial e, o melhor, o silício na cerveja está em uma forma que o seu corpo pode absorver.

Como resultado, um estudo da Universidade Tufts descobriu que os bebedores de cerveja têm densidade mineral óssea mais forte no quadril do que os que não bebem.

Saúde renal: mantenha-se longe das dolorosas pedras nos rins

A cerveja não só é levemente diurética para ajudar a manter as coisas fluindo, como também auxilia na diminuição da liberação de cálcio dos seus ossos.

Isto, por sua vez, faz parar o acúmulo de cálcio em excesso nos rins e evita a formação de pedras, que é a razão pela qual um estudo descobriu que, cada garrafa de cerveja que você beber por dia, cortará o seu risco de ter pedras no rim em até 40%.

Mulher sênior que sofre de dor nos joelhos e artrite em casa. Segurando o joelho e massageando com as mãos, sentindo-se exausta, sentada no sofá na sala de estar. Expressando dor no rosto. Medicamentos e pílulas na mesa.

A cerveja pode prevenir o aparecimento da artrite

Previne contra a artrite: protege as mulheres dessa temida doença

A artrite reumatoide é uma forma dolorosa e debilitante de artrite que é especialmente difícil de tratar e reverter.

Diferentemente da osteoartrite, a reumatoide não é causada por desgaste, mas pelo seu sistema imune que ataca o seu próprio corpo, danificando as suas articulações.

A cerveja, entretanto, pode ajudar a assegurar que você nunca tenha esta doença, conforme os achados de um estudo recente que descobriu que ingerir cerveja moderadamente cortará o risco de artrite reumatoide nas mulheres por quase um terço (e bebidas alcoólicas em geral cortarão este risco por um quinto).

Promove a hidratação: reponha os sais essenciais

Enquanto você, talvez, tenha ouvido falar que o álcool é desidratador, a cerveja é composta de 93% a 95% de água. É mais água que qualquer outra coisa.

Sim, o álcool irá te desidratar, mas só se você beber o álcool de limpeza não diluído (o que eu não recomendo). Mas, como componente da cerveja, a quantidade de água em si ganha e, além disso, ela tem os sais minerais essenciais que ajudam a aumentar a absorção da água.

A cerveja faz bem e um estudo da Espanha descobriu que ela é, na verdade, mais hidratante do que a própria água.

Portanto, um hábito moderado de consumir cerveja também pode ajudar a combater a infecção, incrementar o sistema imune e melhorar a sua concentração e proteger a sua visão.

A cerveja pode até fazer os outros alimentos mais benéficos: marinar carnes em cerveja eliminará as aminas heterocíclicas cancerígenas que se formam durante o cozimento na churrasqueira, por exemplo.

Mas atenção! Aqui NÃO vale a afirmação “se um pouco é bom, mais pode ser melhor”. Beba sempre com moderação, senão todos os benefícios podem ser anulados.

Dr. Wilson Rondó

Especialista: Dr. Wilson Rondó

Médico Cirurgião Vascular e Nutrólogo

CRM: CRM 47078/SP

13 janeiro 2020

Dr. Wilson Rondó é médico formado em cirurgia vascular e especialista em nutrologia. Em seus 33 anos de profissão, já atendeu 20 mil pessoas. Percorreu diversos países pioneiros na visão integrativa do paciente, como França, Alemanha e Estados Unidos, em busca de respostas para o diabetes e a obesidade.

Conteúdos Relacionados