Suco de beterraba para a hora H

Maior Menor

Você sabia que um suco de beterraba pode ajudar nos dois problemas bastante comuns aos homens, a disfunção erétil e ejaculação precoce?

Resolvi trazer esses assuntos masculinos que são normalmente ignorados ou não tratados por vergonha para a conversa de hoje. Porque, de acordo com as pesquisas, mais da metade dos homens brasileiros apresenta algum grau de disfunção erétil. Só que, em média, os homens que sofrem destes males demoram nada mais nada menos do que 365 dias para procurar ajuda.

Aos números

É difícil não estar no alvo da disfunção erétil. Se você não faz parte desta “equipe” – já formada por 54% dos homens com mais de 40 anos – preocupe-se da mesma forma. Porque 4 em cada 10 homens considerados estressados também podem apresentar problemas semelhantes – independentemente da idade.

A experiência com meus amigos e familiares mostra que, a grande maioria, já foi invadido por um tsunami de estresse. É majoritária também a parcela dos que partilham hábitos que são letais para a libido e o bom desempenho sexual.

E sabe o que mais me assusta quando pesquiso sobre este tema? É que, absolutamente, não damos nenhuma bola aos avisos que nosso corpo nos dá antes da mensagem vir em forma de impotência.

Isso mesmo. Somos avisamos todos os dias que, em breve, vamos falhar na Hora H, mas não damos moral aos sinais. O estresse é só um entre tantos sinais ignorados.

Está gostando desse artigo?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

Mensagens despercebidas

E o especialista em saúde masculina da Jolivi, Dr. Carlos Schlischka, confirmou que com a impotência fazemos a mesma coisa, deixando que as mensagens passem despercebidas.

Em geral, a impotência não surge do nada como a maioria pensa, mas a indústria farmacêutica tenta nos fazer crer que isso ocorre do dia para noite por alguns motivos.

Um deles é porque, se acharmos que a disfunção é só um acidente de percurso, abrupto e sem outras causas associais, é mais fácil acreditar no superpoder do remédio.

Desta forma, somos convencidos facilmente que basta tomar uma pilulazinha de qualquer cor que você imagina para voltar a ter ereção normalmente, sem precisar mudar nenhum hábito.

Obviamente, isso não funciona a longo prazo. Porque, além do remédio trazer efeitos colaterais, ele não soluciona a sequência de falhas que precede a impotência.

Veja também: O método que pode fazer você retomar o auge do seu organismo

beterraba disfunção erétil impotência

Sequência de falhas?

Este sequenciamento de erros ocorre nos acidentes aéreos, nos náuticos, nos desmoronamentos e até na “broxada”.

E o primeiro erro, nestes casos, é ganhar peso, já que a gordura acumulada é uma das grandes inimigas da testosterona, hormônio masculino ligado ao desejo sexual.

A outra falha (das graves) é deixar o estresse agir dentro do organismo livremente, sem nenhum controle. Isso porque o estresse exagerado eleva o cortisol, bloqueia a testosterona e te deixa extremamente cansado, sem vontade de fazer nada, inclusive sexo.

Comece pela alimentação

Já sabemos que quanto mais gordura corpórea, menos testosterona. E isso ocorre por alguns motivos. O primeiro é que a gordura estocada no corpo é uma indutora de estrogênio, chamado de hormônio feminino, que bloqueia a ação da testosterona – o hormônio do apetite sexual.

Outro sinal que também tem a ver com gordura visceral é o aumento nos níveis de açúcar no sangue. Isso promove um processo chamado de glicação, que desencadeia uma espécie de caramelização do organismo. Com o tempo, o “caramelo” vai danificando os nervos responsáveis pela ereção, e pode influir na potência sexual.

E um terceiro fator é que o excesso de peso também anda de mãos dadas com a alimentação carregada de carboidratos. “Estes alimentos, para serem metabolizados, estimulam a produção de insulina. A insulina, por sua vez, diminui a testosterona”, complementou Dr. Carlos.

Além disso, níveis baixos de colesterol (sim, baixos) também podem impactar na libido, pois esta sustância é a matéria prima na formação de testosterona. Então, se você estiver com seu índice abaixo de 130 mg/dl de colesterol, é bem possível haver impacto na sua virilidade, bem como a ampliação dos riscos de depressão e da perda de memória.

(E se você ainda acha que o colesterol é vilão da saúde, está enganado. Olhe este conteúdo que preparamos para você).

Veja também: Mitos da Medicina que ameaçam a sua saúde

Resolva problemas de ereção com beterraba

Apressados

Se o que a gente coloca no prato influencia diretamente no nosso desempenho sexual, a forma como lidamos com o mundo também compromete o nosso desempenho. Digo isso porque o Dr. Carlos também alerta que a ansiedade é grande causa de ejaculação precoce, outra questão pouco debatida.

Nos momentos de ansiedade, diminui a produção de serotonina – hormônio que causa o bom humor e o relaxamento. Em contrapartida, aumenta a produção de adrenalina – hormônio relacionado à tensão – o que nos faz ejacular rapidamente ou até nem chegar lá.

Muito cuidado ao apostar “nos bons drinks” para ficar menos tensionado. O álcool em baixas doses tem um efeito de desinibição, o que pode ser favorável para a relação sexual, pois aumenta a produção de dopamina e serotonina. A dopamina é um neurotransmissor da motivação, nos faz querer ganhar um jogo por exemplo. Porém, se exagerarmos na dose de álcool, dopamina e serotonina são suprimidos por um sedativo chamado GABA, fora todos os outros riscos de intoxicação.

Receba mais conteúdos gratuitos
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural
Receba Já

*Não vamos distribuir seu e-mail

9 alimentos e 3 segredos

Pela explicação do Dr. Carlos fica bem evidente que, além de fazer uma faxina na nossa alimentação, devemos apostar nas comidas que facilitam a produção de serotonina e dopamina. E, além delas, nosso especialista citou ainda o óxido nítrico, responsável por relaxar as artérias do pênis, o que facilita a chegada do sangue até o órgão e proporciona a ereção. Sua eficiência é tanta que fez o Viagra ganhar fama. E uma das razões é justamente porque ele deixa o óxido nítrico agir livremente.

Mas, como já falamos, além dos efeitos colaterais, tem a questão de que a impotência pode ser resultante do excesso de placa de gordura nas veias, e até ser o anúncio de algum evento cardiovascular. Tomar a pílula, sem pensar nisso, pode ser um passo para ficar mais próximo do infarto.

Sendo assim, nada melhor do que você apostar na produção natural destes três segredinhos do bom desempenho sexual.

Anote os nomes dos segredos serotonina, dopamina e óxido nítrico. E em seguida, veja como consegui-los.

Serotonina

Os carboidratos ajudam na produção de serotonina. Mas nem todo o carboidrato é dos bons. A banana, por exemplo, é rica em 5HTP e se transforma em serotonina. Fazem parte da sua turma dos carboidratos do bem a batata-doce e o arroz integral.

No entanto, nem pense em refinados e industrializados como barras de cereais, granola, biscoitos. Neste caso, o açúcar é metabolizado rapidamente e pode levar até a compulsão alimentar.

Dopamina

A dopamina é sintetizada a partir do aminoácido tirosina. Ela é encontrada em alimentos de origem animal, nas amêndoas, nas maçãs, no abacate, nas bananas, na beterraba (já volto a falar dela), no cacau, café, vegetais de folhas verdes, chá verde, no feijão.

A lista não para por aí. São indutores de dopamina ainda a farinha de aveia, vegetais marinhos, gergelim, sementes de abóbora, cúrcuma, melancia, gérmen de trigo.

De forma peculiar, a saúde de sua flora intestinal também afeta sua produção de neurotransmissores. Uma superabundância de bactérias nocivas existentes no intestino – resultante da alimentação ruim – reduz a produção de dopamina.

Então, aposte em alimentos que favorecem a flora, aqueles que são ricos em probióticos naturais, como iogurte natural, kefir e chucrute cru (pode ser feito com repolho roxo ou branco em conserva).

Óxido nítrico

Para melhorar a produção de óxido nítrico e a vasodilatação, podemos fazer exercícios físicos, comer com qualidade – sem usar alimentos industrializados – respirar fundo, gerenciar o estresse.

Dr. Carlos orienta a utilização de suplementos naturais, com dosagem a ser definida para cada pessoa, como L-citrulina, arginina, pycnogenol, Ginkgo biloba e ginseng coreano.

Mas também ressalta a beterraba como um dos melhores alimentos vasodilatadores para ser incluído na sua dieta. Além de nutritiva, é barata e de fácil utilização. A raiz avermelhada é fonte de nitratos e citrulina – que é um aminoácido necessário para a síntese de arginina, outra substância percursora do óxido nítrico.

Antes de me despedir, deixo aqui uma receita rápida e simples deste suco para consumo diário.

Resolva problemas de ereção com beterraba

Suco de beterraba com limão

Ingredientes:

– 1 beterraba crua e sem casca (pode ser ralada)

– 1 limão galego espremido

– 3 gotas de Stevia ou xylitol (encontrados em lojas de produtos naturais)

– 1 e 1/2 copos de água ou água de coco

Bata tudo no liquidificador ou processador e adicione gelo a gosto.

Insira seu e-mail e receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural: