Alguns remédios podem não fazer efeito em você

Maior Menor
Ana Paula de Araujo

Ana Paula de Araujo

Editora

Um teste genético feito em casa mostra como o corpo absorve medicações comuns, como sinvastatina e omeprazol. O resultado pode mudar para sempre a forma que você cuida da saúde.

Medicamentos receitados a rodo como a sinvastatina (para controle da pressão) ou mesmo o “simples” omeprazol (para gastrite e refluxo) podem sair de cena para a entrada de medicamentos naturais, efetivos, com comprovação científica e sem os efeitos colaterais das drogas sintéticas. Se você é um leitor frequente da Jolivi, certamente sabe disso.

Mas já imaginou estar tomando esses remédios, entubando seus efeitos colaterais e eles sequer estão fazendo efeito? Certamente você já ouviu histórias de pessoas que relatam não ter tido efeito algum com a tomada de um determinado medicamento.

A explicação para isso pode estar na genética.

Isso porque, embora a medicina tradicional consista, em boa parte dos casos, apenas no tratamento medicamentoso de doenças e sintomas, garantir que seu corpo vai receber bem aquele remédio é uma outra história. Ou ainda: ele pode ter uma absorção maior que a esperada.

Em outras palavras, a absorção de drogas como ibuprofeno, as chamadas estatinas (atorvastatina e rosuvastatina, por exemplo) e mesmo omeprazol está sujeita à predisposição genética, a forma com que somos constituídos.

Como descobrir quais remédios não funcionam para mim?

Toda essa informação genética está no DNA. Ele funciona como um mensageiro dos antepassados, trazendo, entre outros fatores, as predisposições e maneiras do organismo interagir com diferentes estímulos.

O teste genético da Sommos DNA mostra como o corpo absorve medicações comuns, como sinvastatina e omeprazol

Hoje já é possível saber quais são as predisposições de cada indivíduo. Não apenas na relação com remédios, mas também na metabolização de vitaminas, na dificuldade para perda ou ganho de peso e nas reações do organismo ao tabagismo.

O “exame” que ajuda nessa identificação é o chamado teste genético, como o oferecido pela Sommos DNA, do Grupo Fleury. Mais precisamente, o teste genético Viva o Equilíbrio.

Ele foi especificamente desenhado para quem deseja conhecer melhor as características do seu próprio corpo.

No caso dos remédios, o teste Viva o Equilíbrio detecta como o organismo de cada indivíduo reage aos seguintes medicamentos:

  • Ibuprofeno
  • Sinvastatina
  • Atorvastatina
  • Rosuvastatina
  • Omeprazol
  • Salmeterol

A Jolivi firmou uma parceria com a divisão de testes genéticos do Grupo Fleury, a Sommos DNA, para garantir que seus leitores tenham acesso a este teste com um desconto exclusivo. Eles são feitos em casa e revelam informações valiosas para a saúde.

Depois do resultado, os leitores que fizerem o teste genético Viva o Equilíbrio ainda terão direito a uma conversa online com um especialista em genética da Sommos DNA. Ele explicará o resultado e abrirá as portas para cuidados cada vez mais integrativos para sua saúde.

Os interessados neste teste genético podem clicar aqui para acessá-lo e abrir este mundo de possibilidades para a saúde.

Ana Paula de Araujo

Ana Paula de Araujo

Editora

Conteúdos Relacionados