Acidentes acontecem – como lidar com eles?

Maior Menor
Avatar

Leopoldo Rosa

Head de conteúdo

27 julho 2021

Head de conteúdo da Jolivi

O Ministério da Economia apontou que, em 2020, foram mais de 446 mil acidentes de trabalho no Brasil – Mais de 1200 deles resultaram em morte

Sim, caro leitor. Acidentes de trabalho podem acontecer a qualquer profissional, infelizmente. Eu mesmo, em 2015, sofri o que na época se chamava acidente de trajeto (levei um tombo na porta do meu trabalho e quebrei o cotovelo). Dor de cotovelo à parte, fiquei três meses afastado entre gesso, fisioterapia e repouso. 

Hoje, 27 de julho, é o Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho. Um dado do Ministério da Economia apontou que, em 2020, foram mais de 446 mil acidentes de trabalho no país (mais de mil e duzentos resultaram em morte). Para além da postura das empresas em fornecer condições de prevenção — EPIs para quem trabalha em campo, ambientes adequados, etc — também vale o olhar do trabalhador para dois aspectos importantes dessa prevenção.

A primeira é a sua autonomia sobre o trabalho e a saúde: seus tempos de descanso estão sendo respeitados? Se você trabalha em home office, o ambiente que você criou na sua casa é ergonômico e limpo de riscos de acidentes (e aqui falamos de tendinite, problemas de coluna e até de visão)?

O segundo ponto é: ao se afastar por questões de saúde, ainda mais em ambientes muito competitivos, o profissional tende a querer voltar o quanto antes com medo das consequências do afastamento para a vida profissional. E aqui mora o perigo mais grave.

Primeiro porque, a depender do acidente sofrido, respeitar o repouso e o tempo de recuperação pode ser essencial para um restabelecimento total. Foi assim no meu caso, afinal, um jornalista destro, com o braço direito quebrado…

Segundo porque se há uma insegurança tão grande do que pode acontecer com a sua carreira por causa de um afastamento (essencial), algo pode estar errado.

Cientificamente comprovado: conheça plantas que funcionam melhor que drogas com a nutricionista Lara Gabriela Cerqueira

A construção da nossa vida profissional tem que ser feita em bases sólidas e sempre pautadas pelo respeito a quem somos — e nossas vulnerabilidades, inclusive as de saúde. 

Se você está num trabalho em que a empresa não anda sem você, pode haver aí um problema de sucessão e, embora pareça charmoso dizer “nossa, aquele lugar não vive sem mim”, isso é também um problema grave. Por outro lado, se ao sair por alguns dias para cuidar da saúde, você corre tanto risco de ser substituído, será que é nesse lugar mesmo que você deveria estar?

Me conta como posso transformar ainda mais a sua saúde!

Potencializar sua saúde sem pílulas “mágicas”? Sim! Os superalimentos previnem, tratam e revertem doenças

SOBRE O AUTOR

Jornalista desde 2010, formado pela Universidade São Judas Tadeu. Foi head de conteúdo da Rádio Globo e chefe de reportagem e apresentador da Rádio CBN. Também passou pela TV Globo, CNN Brasil e Editora Abril. Se especializou em gestão de negócios pela Fundação Dom Cabral e tem MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional B3.

 

Avatar

Leopoldo Rosa

Head de conteúdo

27 julho 2021

Head de conteúdo da Jolivi

Conteúdos Relacionados