Buscar

3 Tratamentos Naturais Para Erisipela

quais são os sintomas da erisipela?
Maior Menor
Avatar

agencia.mestre

A erisipela, também conhecida como celulite infecciosa ou linfangite estreptocócica, é uma infecção bacteriana causada pelo tipo Streptococcus pyogenes. 

Mas você deve estar se perguntando: afinal, o que pode motivar o aparecimento desta infecção? Essa é uma dúvida muito frequente entre as pessoas. 

Ela é provocada por ferimentos que ocasionam a aparição de sintomas como bolhas, inchaço, vermelhidão e dores intensas nos locais afetados. 

O que muita gente não sabe é que ela ocorre, normalmente, no verão, época que muitas pessoas andam de chinelo e pés descalços, na areia da praia e na piscina. 

Sabe aquelas frieiras que não foram tratadas, um corte em um determinado lugar do pé e, até mesmo, uma unha encravada? Tudo isso pode ser motivo para o surgimento dessa bactéria. 

No entanto, existem pessoas que estão ainda mais propícias a adquirir a doença: aquelas com baixa imunidade, como pacientes com diabetes, obesidade, tireóide desregulada, ou que estão com falta de vitaminas importantes para o nosso corpo. 

A baixa imunidade tem relação direta com o aparecimento da erisipela, pois essas pessoas tendem a ter mais facilidade de adquirir doenças e, consequentemente, as bactérias encontradas em infecções como essas. 

Quais são os tipos de erisipela?

Existem três tipos muito comuns de enfermidade:

  • simples: sintomas de  pele avermelhada e quente; 
  • gravidade mediana: caracterizada pelo aparecimento de bolhas;
  • grave: aquela com feridas abertas e inflamadas. 

Mesmo sendo mais comum o seu aparecimento em membros inferiores, ela pode surgir em qualquer local, como mãos, braços, rosto, entre outros. 

Agora que já entendemos quais as características da erisipela e os seus sintomas, vamos descobrir como tratar essa infecção? 

Como prevenir a erisipela?

É fundamental ter em mente as maneiras de evitar a doença. São exemplos de ações de prevenção:

  • aumentar a imunidade;
  • se alimentar de maneira saudável; 
  • fazer o tratamento de doenças crônicas, como diabetes, pois pessoas com essas enfermidades são mais frágeis e, consequentemente,  mais suscetíveis ao aparecimento da  erisipela;
  • manter feridas limpas e secas (caso surjam).

O que é erisipela?

3 Dicas naturais para tratar a erisipela

Apesar do uso de remédios e pomadas serem muito frequentes para o tratamento da erisipela, como antibióticos e anti-inflamatórios, iremos te dar dicas de como acabar com esses sintomas de maneira natural. 

Isso porque, fazer o tratamento de doenças de forma natural, quando possível, é sempre a melhor escolha, não é mesmo? 

Existem diversos alimentos, plantas, ervas, sais e óleos essenciais que podem te ajudar a eliminar as dores e incômodos de diferentes inflamações e infecções, e com erisipela não é diferente. 

Veja abaixo algumas dicas que listamos para fazer o tratamento natural dessa enfermidade. 

1. Uso do gengibre

Como sempre falamos aqui, o gengibre é um dos anti-inflamatórios naturais mais eficientes para tratamento de diversas doenças. Isso porque, ele possui inúmeras propriedades benéficas que contribuem para o bem-estar de todas as pessoas. 

Para o tratamento da erisipela, o gengibre é utilizado para aliviar o inchaço e a dor ocasionados pela doença. 

O jeito mais comum para prepará-lo é ralando-o dentro de um recipiente, espremendo todo o seu líquido e levando ao fogo misturado com, mais ou menos, três litros de água. 

Após aquecer o gengibre, passe-o com uma gaze sobre as feridas e deixe que atue por quinze minutos. Repita esse procedimento por, pelo menos, duas vezes ao dia.

2. Compressas de zimbro

Você sabe o que é zimbro? Já ouviu falar dessa planta medicinal muito utilizada para o tratamento de diversas doenças? Pois bem, ela também é usada para tratar da erisipela. 

O seu fruto é conhecido como baga de zimbro, sendo rico em óleos, como mircenos e  cineol, e vitamina C, além de possuir ação anti-séptica, antimicrobiana e eliminar com maior facilidade a bactéria existente no local infectado. 

Uma maneira muito eficiente de fazer a compressa de zimbro é preparando-o como se fosse um chá em água fervente e deixando descansar por quinze minutos. Após isso, basta passar essa mistura utilizando uma gaze na área afetada, entre duas a três vezes ao dia. 

3. Massagem com óleo de amêndoas

O óleo de amêndoas, além de ser muito eficaz para os cuidados com a beleza, também é muito utilizado para melhorias na saúde. 

Ele é um vegetal extraído da amêndoa, que possui vitaminas A, B e E, que oferece muitos benefícios à saúde. 

Portanto, a utilização do óleo de amêndoas poderá te ajudar muito no tratamento da erisipela. 

Coloque algumas gotas dele sobre a pele que está afetada e faça uma massagem levente. Isso fará com que a região fique hidratada, facilitando o extermínio da bactéria. 

Gostou de saber mais sobre essa enfermidade e seus tratamentos naturais? Então, conheça as assinaturas da Jolivi para saber sobre assuntos relacionados a saúde e bem-estar do seu corpo e da sua mente. 

Avatar

agencia.mestre

Conteúdos Relacionados